FLAGCOUNTER DE ALÔ VIDEOSFERA - LINK IN

LITURGIA DIÁRIA COM O PADRE RÓGER ARAÚJO - 2017 - ANO A - REPÓRTER CATÓLICO - VALDIVINO FILHO

LITURGIA DIÁRIA COM O PADRE RÓGER ARAÚJO - 2017   - ANO A - REPÓRTER CATÓLICO - VALDIVINO FILHO
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR A LITURGIA

sábado

Mensagem da Mãe de Piedade no dia 07 e 08/02/2015


MENSAGEM DO DIA 07 DE FEVEREIRO DE 2015

Queridos filhos!
Iniciamos esta mensagem com grande sabedoria no ano da paz. A maior sabedoria vem daquele que é a paz: Deus!
Precisamos da sabedoria em um mundo onde tem faltado a compreensão e o discernimento. Neste mundo tem faltado o respeito, a obediência e o temor a Deus.
Quando se fala da sabedoria, se fala daquele que é Pai, Filho e Espírito Santo. Precisamos dessa linda paz de Deus.  Todos precisam de paz, inclusive os jovens, os missionários e as crianças — neste ano dedicado a elas. As crianças estão dando seu exemplo de oração e de amor. Mostram que são mais fortes do que podemos imaginar. Assim são as nossas crianças!
A sabedoria de Deus precisa entrar em nosso coração, em nossa comunidade fraterna, e retirar todas as barreiras que lhes impedem de serem santos e felizes nesta comunidade. Temos aqui uma linda missão de santidade como família. O mundo precisa acender essa chama do amor e do respeito ao próximo. Precisa olhar para o próximo e ver Deus presente nele.
Às vezes, quando você olha para o seu irmão, a primeira coisa que você consegue ver, é aquilo que seus olhos, seus ouvidos e suas palavras, naquele momento, levam ao seu pensamento. Nem sempre são as palavras que Jesus proferiu para todos, no sentido de amarmos uns aos outros, como Ele nós ama. Talvez quando você olha para seu irmão, você pensa em julgá-lo, criticá-lo. Você se esquece de olhar para ele e ver Jesus na pessoa dele.
Jesus fala que quanto mais a alma está doente, mais precisa de amor. Por exemplo, quando falamos de uma alma doente, estamos falando de uma alma gananciosa, cheia de inveja, cheia de ciúme. Assim é a alma doente.  Essa doença é pior do que uma chaga na carne. A primeira impressão é que a chaga na carne doe mais aos olhos humanos.  Mas quando vê a origem da chaga na alma, consegue perceber que doe muito mais do que a ferida sobre a carne. Nas palavras de Jesus: “Mil vezes ter uma chaga sobre as minhas mãos, do que uma só chaga sobre a vida de cada um dos meus irmãos!”. E hoje, a grande ferida é aquela chaga que mais traz sofrimento para as pessoas: o pecado.
Por isso, precisamos orar. Precisamos pedir ao Espírito Santo muita unção neste ano da paz. Este é o ano da presença da paz, da presença de Deus. Precisamos pedir ao Espírito Santo que venha nos auxiliar.  Sozinhos não conseguimos continuar, sozinhos não temos o discernimento necessário, sozinhos não temos como compreender, como entender o plano de Deus nos tempos de hoje.
Os tempos de hoje são tempos de tribulações, tempos de dores, tempos de sofrimentos. Estes são tempos nos quais a visão humana só foca na Terra. Mas, a criatura precisa pensar mais no Céu. Inclusive quando falamos da misericórdia, do tempo da misericórdia, falamos do tempo em que Jesus quer nos aproximar mais do Céu. Ele nos mostra o tamanho da Misericórdia Divina, principalmente na hora da nossa morte. Mostra como Ele terá misericórdia da alma que ora o terço da misericórdia, da alma que pensa e vive a misericórdia!
O ser humano tem focado os seus olhos só no mundo. Ao focar os seus olhos apenas no mundo, a pessoa perde o que tem de mais importante que é a sua fé. Sem fé, as pessoas só conseguem ver a matéria. Começam a achar que, depois que morrer, são somente pó. As pessoas sem fé se esquecem de que têm um sopro de vida. As pessoas sem fé se esquecem de que Deus, quando fez a forma deles, eram pó, mas que a vida veio de Deus para nós.
Tudo que olhamos tem brilho. O ser humano não é apagado, ele tem brilho. Pense bem! Quando você vê uma alma que está no momento da sua entrega para ir até a Casa do Pai, vê uma alma que tem brilho. Temos o brilho de Deus em nós. É esse brilho que é a imagem e a semelhança de Deus. Precisamos preservar esse brilho e falar mais sobre esse grande amor de Deus em nós, e por nós. É para isso que vivemos a Misericórdia Divina. Que coisa linda!
Será que ao entrar aqui nesta capela, tão simples, você sente a presença da Misericórdia?
Esta capela nos mostra a presença da Misericórdia neste Vale há tantos anos. É uma fonte de amor de Deus para cada um de nós. Mesmo para a pequenez de muitos. Quando Jesus caminhou com os apóstolos, tinham os que foram fiéis, e os que não foram. Assim é na vida de todos nós, vamos encontrar aqueles que são fiéis, e vamos encontrar sempre aqueles que não são fiéis a Deus. Por algum motivo, eles se desviam da graça. É muito triste você se desviar da graça, principalmente quando sabe que ela existe, quando tem consciência dela. É a mesma coisa de um filho que sabe que tem uma mãe, que sabe que tem um pai, e nega isso. Esse filho sofre muito, por que sabe da existência dos pais, ele não é cego, mas nega essa verdade.
Quem vive nos tempos de hoje — que são os finais dos tempos — é muito feliz, pois estes são tempos em que a Misericórdia de Deus nos faz fraternidade. A pessoa que vive essa graça é muito feliz. Mas quem não a vive, mesmo estando aqui, torna-se uma alma triste. Porque está diante da Misericórdia em um momento em que todos estão sedentos de fraternidade.
Neste momento, o Brasil, o mundo, cada alma e cada coração, cada filho de Deus sobre a Terra, tem sede de fraternidade! Todos estão sedentos da comunhão com Jesus através do irmão. Isso é justamente o que a gente vive aqui! É essa comunhão, esse prazer lindo de saber que Jesus nos traz essa unidade. Temos aqui essa unidade, essa presença do Espírito Santo, que nos traz Jesus, que nos traz o amor do Pai, tudo isso através do lindo mistério da Misericórdia Divina. Por isso, somos felizes!
O plano de Deus aqui é como um fermento. De nada vai adianta os cegos quererem prejudicar a luz! Quem vai sair prejudicado é o próprio cego, porque a luz é o fermento. Quanto mais os cegos quiserem prejudicar, mais luz haverá. Já tivemos varias provas de que, quanto maior a tempestade, maior a proteção de Deus. Quando você se encontra fragilizado, Ele lhe toma pela mão, lhe faz a criatura mais forte de todas as criaturas. Isso acontece quando você está sempre em oração.
Deus pede constantemente estas coisas: oração, Eucaristia e silêncio. Vamos ter de viver no ano da paz, com muito silêncio. Tenho imenso amor à palavra de Jesus que nos ensina a silenciar. Porque não teremos respostas para os enormes sofrimentos que veremos na Terra! Não teremos palavras que justifiquem a dor dos filhos de Deus na Terra. Mas teremos o silêncio e a oração. O silêncio e a oração nos confortarão. Pense no que Jesus lhes está dizendo.  Seremos confortados pelo silêncio e pela oração. Quanto mais murmúrios, mais dor. Quanto mais silêncio, mais graça, mais vitória, mais proteção. Então, em suas mãos está a graça de ser feliz no ano da paz.
Se você está hoje preparando bem o seu coração — que é o templo do Espírito Santo, o maior templo que existe — você será feliz! Porque você está trabalhando a terra mais sagrada que existe: seu coração, sua alma. Se você está trabalhando para trazer só coisas boas para dentro de seu coração isso vai fluir e você colherá tanta ternura, tanta bondade de Deus, que conseguirá sobreviver as tempestades de dor. Você vencerá!
Eu sei que existem muitos filhos que estão passando por muitas tempestades de dor, muitas! A tempestade de dor está vindo em direção a muitos. Mas, com oração, com silêncio, vocês já são vitoriosos. Não é que vão ser vitoriosos, vocês já o são! Já é um prodígio, quem silencia.  Já é uma vitória, quem ora. Jesus nos ensina a orar e a vigiar para não cairmos nas tentações do inimigo. Ao orarmos e vigiarmos, temos o poder de Deus, a Misericórdia de Deus. É a oração que nos fortalece. Com a oração, temos a graça de viver cada dia mais a proteção de Deus sobre as nossas almas e corações.
Com grande alegria, Eu quero abençoar a todos os filhos. 
Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”
Queridos filhos!
Eu abençoei carinhosamente a todos os filhos.
Deus seja louvado e glorificado a todo o momento no meio de nós. É o Santíssimo Sacramento em nós, é Jesus, Aquele que quer reinar para sempre em nossas almas.
Foi esse o grande ensinamento da mensagem de hoje, dessa grande catequese. Jesus nos faz um forte alerta, tanto com relação a quem vive a graça, quanto a quem não a valoriza. Também alerta aos que perseguem o Céu. Na verdade, quando você abraça um “sim”, tem de ser fiel a esse “sim”. Tudo aqui é pelo Céu, a nossa vida, os nossos dias, as nossas orações, os nossos testemunhos. Tudo é pelo Céu! E o Céu vê tudo que a gente faz: nossos pensamentos, nossas palavras, nossas ações. Conhece a cada um de nós, melhor do que nós mesmos nos conhecemos. Sabe das nossas transparências, dos nossos desejos, das nossas necessidades matérias, espirituais e temporais. Por isso, temos necessidade de viver mais a mansidão, o silêncio e a oração. A oração tem que ser o fermento da criatura, e a fortaleza do seu “sim” aqui na Terra! É pela oração que Jesus sempre lhe conduz da forma mais doce e serena.
Quero abençoar aos aniversariantes que estão aqui presentes. Que Deus ilumine a vocês.
Peço a Deus que abençoe às minhas filhas Lia e Maria Salete. Que Ele as proteja e lhes dê muita confiança neste momento de batalha. Que aquela que está enfrentando uma grande batalha seja coberta pela força divina. Que Deus a tome em suas mãos misericordiosas.
Parabenizo ao meu filho Lucas. Que Deus o abençoe e proteja e faça realmente uma criança muito especial.
Parabenizo também de uma forma muito carinhosa às crianças, pelo lindo apostolado. Parabéns a estes pequeninos, que estão dando um grande exemplo para o mundo. Que Deus seja louvado pelo “sim” de nossas crianças do Brasil e do mundo.
Dou uma bênção especial para meu filho Gabriel. Ele tem uma grande e longa missão pela frente e deseja ser vencedor. Vencedor é aquele que enfrenta a batalha.  Jesus disse: “Feliz da pessoa que carrega consigo a paz, para onde quer que vá!”. O que você precisa levar dentro do seu coração é a fé, a certeza de que Deus tem um plano imenso para você. Tenha a certeza de que Ele vai lhe conduzir por onde quer que você esteja. Agradeça por todo aprendizado que receber, seja ele através de facilidades, seja pelas dificuldades. Em todos os lugares elas existem. Desejo que você cresça e que a sua fé seja a fortaleza do seu caminho. Eu sei que você tem fé! Por isso, você está hoje entregando a sua vida nas mãos da Mãe, para que Ela a coloque nas mãos de Deus.
Que Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo abençoem a todos vocês sempre e aos romeiros. Os seus pedidos já estão no Coração de Jesus.
A quem me ofertou estas flores mais belas e lindas, lhes digo que vou ofertá-las ao Sagrado Coração de Jesus, por cada um de vocês.
O Céu me chama. Eis aqui a Serva do Senhor!

 MENSAGEM DO DIA 08 DE FEVEREIRO DE 2015
Queridos Filhos!
A primeira graça que devemos e precisamos pedir a Jesus, nesse momento, é que Ele mude os nossos corações. Não é algo simples, mas é algo que só Jesus pode fazer. Ele é a Paz!
Nas mensagens Jesus nos faz viver e refletir muito sobre o silêncio. Não adianta muitas palavras! Eu sou a Mãe que vos evangeliza nestes finais de tempos e, todos me chamam da Mãe do Silêncio. A coisa mais linda para mim, quando eu chego ao meu jardim que Deus criou, – que é a Terra, e cujas flores são os meus filhos – e vejo corações sedentos, desejosos de conversão, de cura, de transformação e de libertação. Para mim o maior tesouro, dentre todas as riquezas do mundo, são vocês!
Quando eu falo do silêncio, é porque Jesus disse que existirão dias em que as palavras não iriam solucionar os problemas. O grande problema da humanidade é a desobediência à Santíssima Trindade.Ele também disse que ocorreriam sofrimentos espirituais, matérias e temporais; e que só alcançaria a paz, quem vivesse um silêncio profundo da alma!
A oração nos leva a Deus e estamos subindo ao encontro do Céu. Aqui na terra nós temos degraus para subir, e nós não podemos obrigar as almas a subirem os degraus ao encontro do Céu, porque Deus nos deu liberdade! Você tem liberdade! Deus te deu liberdade, mas Ele também te deu a sabedoria para que você saiba que se você seguir os degraus do amor, da caridade e da fraternidade, você vai chegar ao Céu! Mas, se você contrariar o Santo Caminho de Deus, – que é Jesus – e cair na ganância, na vaidade e na cobiça, você não vai chegar ao Céu! Temos a liberdade de escolher e, temos o Espírito Santo. Não somos pessoas pagãs. Deus nos deu a sabedoria.
Hoje já é claro na vida de quem ora e de quem confia: as indulgências. E na vida de quem questiona e reclama demais: o sofrimento; porque Deus é a justiça.
No Ano da Paz, vamos colher a Justiça de Deus, que é a paz! Quem realmente estiver caminhando nos degraus que levam ao encontro do Céu, vai encontrar essa paz, a presença de Deus e a consciência tranquila.
O mundo, hoje, está nas trevas! Nuca se viu tamanha escuridão de pecados na vida dos homens na Terra. É muita falta de compreensão! Muitas vezes, você tem que silenciar e até mesmo fechar os olhos.
Ser humilde é compreender que Deus está acima de nós. E temos que ter humildade para compreender e aceitar que Deus está acima de nós!
Por que Ele envia a catequese do Céu?
Por que ele envia a Mãe de corpo e alma na Terra?
Porque o mundo está precisando tanto do amor na família, da conversão e do apostolado das crianças, e precisamos nos unir nessa missão de evangelizar almas. Nosso principal objetivo aqui é evangelizar almas!
Quando você caminha com o Céu, por mais que você esteja na Terra, precisando do pão, do trabalho, da água, da chuva, você precisa primeiramente de Deus e de uma entrega total.
O que é uma entrega total?
É uma entrega em que nada te perturbe! Porque nós veremos a justiça de Deus sobre a terra!
           Jesus, numa linda passagem do Santo Evangelho, disse que vai separar tudo aquilo que é mal daquilo que é bom. Deus vai olhar a bondade daquele que é bom, daquele que é justo e vai dar a ele o seu lugar! E aquele que está vivendo e praticando a maldade vai ter seu lugar também.
Nós já estamos no tempo de ver a misericórdia de Deus; o que Deus quer de nós. Deus não quer que nenhum de seus filhos se separe, que vá para o sofrimento, para dor. Deus quer que seus filhos alcancem o grande milagre da fé, da conversão, que tenham uma vida digna e vivam felizes e em paz!
Quando falamos de uma preparação bonita, de uma alma serena, de um retiro espiritual bonito, nós falamos justamente daquilo que é Deus; daquilo que é sagrado para nós.
Por que eu falo isso nessa mensagem de hoje?
Porque, às vezes, vocês estão tão perto da mensagem e os pensamentos estão tão conturbados com sofrimento que vocês não são capazes de ver que o Céu está no meio de nós, que o Céu quer algo melhor para nós! O Céu não quer o mundo nas trevas e o homem só pensando na matéria, na ganância e nas coisas do mundo que são passageiras. O Céu quer a vida eterna para nós! O Céu quer uma Terra feliz para nós! O Céu quer um jardim cheio de flores, que tenham frutos e perfumes – as flores somos todos nós. Deus tem um plano de salvação para nós. Ele é o nosso Salvador! Ele é a nossa salvação, mas o inimigo sempre quer nos perturbar.
Jesus quando estava no meio de uma multidão que só questionava, reclamava e criticava, o que Ele fazia? Jesus se retirava! Ele se retirava daquele lugar e ia ao encontro dos montes. E Ele orava ao Pai, porque Ele não permitia que nada lhe tirasse a paz. Ele é o Deus da Paz!
É isso que precisamos fazer nos momentos difíceis da vida. Quando o demônio lançar a areia do medo, a zoeira – o barulho – você tem que se retirar. Se retire! Ninguém vai conseguir mudar o homem, que não quiser mudar de vida.
Nós estamos no tempo da misericórdia e há anos o Céu anuncia a misericórdia na Terra. Quem quer mudar está a caminho da mudança. E, quem não deseja mudar vai cada dia mais sofrer, por não querer essa mudança.
Então temos que nos retirar para manter a paz!
Jesus disse: “Vão ser poucos os operários, e a messe é muito grande!”; se estes poucos operários bons não se retirarem, para orar e manter o silêncio, eles não vão sobrevier! Eles vão cair diante das amarguras, do sofrimento, das lágrimas e das perseguições.
Quando alguém te perseguir, por causa de Jesus, você não deve ficar triste; você deve ficar é feliz, mas com sabedoria! Você não deve questionar, nem julgar e nem perseguir ninguém. Você deve se entregar a Jesus. Ele sempre está com você, te toma pelas mãos e acalma o seu coração. Na verdade você vai ser carregado por Jesus. Ele ama uma alma fiel, ama de verdade! É um amor imenso! Então nada vai te abalar, nada vai te fazer cair ou vacilar. Deus vai te carregar nos braços!
A mensagem de hoje anuncia a paz e o silêncio. Tem coisas que precisam ser mudadas, mas com a paz e o silêncio. Se o homem precisasse de barulho para mudar o mundo, eu não estaria aqui presente de corpo e alma. O que mais existe no mundo, hoje, é o barulho do demônio, é guerra na vida das famílias, na vida dos jovens; dor, muitas palavras e julgamentos desnecessários e muito interesse! Ninguém pensa no Céu.
Por que Deus fez esta comunidade fraterna?
Por que Deus trouxe aqui, pela primeira vez, tantos romeiros humildes? Tantos filhos bons e sedentos, pessoas humildes, trabalhadoras e de oração?
Porque Deus quer um mundo melhor para todos nós. Ele não quer o mundo da luxúria, da fantasia, e da ilusão que o pecado quer nos levar. Deus quer um mundo de misericórdia, um mundo de trabalho voltado para a criança, para o jovem, para a família, para o idoso; um do trabalho digno e verdadeiro.
Jesus disse: “Eu sou o fermento e vocês a massa.”; quando você diz trabalhar e não coloca as mãos na sua missão – se você não colocar as mãos na massa –, não adianta colocar fermento. A graça vai acontecer na massa – que é fazê-la crescer – se você colocar o seu sim. Você precisa dar o seu sim.
Por que eu estou ensinando isso para vocês, filhos?
Porque nós precisamos do silêncio. Eu sou a Mãe do silêncio, venci pelo silêncio e venço pelo silêncio. Sejam mais silenciosos e não questione tantas coisas; siga o Céu!
Um dia, Jesus, olhando para uma multidão viu que estavam todos cheios de ira, porque o demônio estava lá. Muitas vezes, o demônio está na família, no jovem que cai nas armadilhas e fica furioso; mata e faz a violência. Então, Jesus olhou aquela multidão – estavam todos furiosos, furiosos, muito furiosos –, e Jesus chegou, levantou a sua mão e disse: “A Paz esteja conosco!”; e naquele momento tudo se transformou! A ira, que estava no coração daquelas pessoas, foi transformada em misericórdia, em amor. O mal, que estava perturbando as mentes, os pensamentos e as palavras, foi transformado em fé.
Depois que eles acalmaram, Jesus, ainda olhando para a multidão, disse: “Vocês estão vendo aqui milhões e milhões de pessoas, mas nenhuma multidão salvará o mundo. O Salvador do mundo será um, porque Deus não se preocupa com quantidade; Deus se preocupa com o bom!”
E, quem salvou a todos nós? Jesus.
Às vezes você está numa comunidade fraterna ou na Igreja católica e vê muitas almas sofrendo; isso é porque o demônio lança o veneno é aonde tem almas boas! Ai você pensa: “o plano de Deus vai ser destruído”. Jamais! Pode ter milhões de pessoas no caminho errado e uma no caminho certo, Jesus vai estar com ela – com um – e este um vai vencer por estes milhões que estão errados, isso se chama fé.
Por que eu ensino isso para vocês?
Porque no dia que vocês tiverem fé, vocês dobrarão os joelhos na hora da mensagem e guardarão a mensagem no coração! Enquanto vocês ficam tão longe da fé, vocês vêm para a mensagem e, muitas vezes, só com o corpo a alma não vem junto! O nosso corpo é templo do Espírito Santo, mas se não tivermos a presença do Espírito Santo em nós, damos a oportunidade para o demônio nos enganar, perseguir, desorientar e enlouquecer. Existe hoje uma grande quantidade de almas loucas, de pessoas em grande sofrimento espiritual, filhos! Eu falo isso para vocês, porque quando eu estou de corpo e alma na Terra, Deus me faz ver o mundo, com os olhos do meu coração e da minha alma.
Então vocês precisam ter mais fé! A que ponto chegou o mundo sem fé? Tão vazio! Tão perdido! Tão desorientado a ponto de acreditar que o mal é maior que o bem!
Jesus disse: “Você é um no meio de milhões, se você está comigo, você vai vencer os milhões que estão contra mim!”.
Então precisamos acreditar! Precisamos acreditar que aonde Deus chega, a paz reina! Onde Deus habita o demônio foge. Ele foge! Pensem numa casa muito escura, cheia de medo, cheia de terror; a luz entra pela porta e o mal sai!
Assim, Jesus precisa estar no mundo. É o Ano da Paz e nós precisamos deixar Jesus entrar na nossa casa!
Vocês romeiros levem Jesus para casa de vocês! Não adianta só vir e ouvir a Mãe do Céu falar! É preciso compreender que Deus clama pela conversão do mundo, e clama através do meu Coração Imaculado de Mãe! Mãe é aquela que sabe tocar no fundo do coração do filho, porque há amor entre uma mãe e um filho; e esse amor se chama Deus!
O que eu peço para vocês, filhos, é para não deixar que nesse Ano da Paz, o demônio faça tempestade na vida de vocês. Outro pedido que eu faço: deixem a paz reinar em vocês. Muitas vezes, vocês vão precisar fazer como Jesus: fugir! Fugir para os montes, para as montanhas. Porque o demônio tenta, de todas as maneiras, confundir vocês; até mesmo quando vocês evangelizam, quando vocês são operários da Messe do Senhor.
Então vamos corresponder a Deus com um silêncio maior, com uma oração grandiosa, um amor fiel a Jesus, porque Ele não precisa de qualquer soldado! Ele precisa daquele soldado que é fiel a Cristo, que a sua arma é o rosário, a sua força é a fé e o seu alicerce Deus!
Por isso, com grande alegria, eu quero abençoar a todos os filhos!
Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”
Queridos filhos!
Eu abençoei carinhosamente todos os filhos!
Hoje a mensagem é uma lição para nós; uma lição de vida!
Jesus viveu entre os homens, evangelizou a Terra, caminhou neste mundo, pisou sobre este lugar e ensinou que precisamos ter fé.
O que é a fé? Será que vocês sabem o que é a fé meus filhos?
Será que em algum momento, ao levantar ou ao anoitecer, você meditou o que é a fé?
Quando você tiver fé nada mais vai te perturbar. Você simplesmente vai ter uma confiança capaz de acreditar no impossível! Hoje vocês acham que é impossível o mundo ser transformado, pois é grande a decadência, é tanta desobediência, mas existe um Criador, um Salvador e um Santificador que nos ama.
Estamos no Ano da Paz, dedicado as mais belas e lindas flores da Terra, que são as crianças, e temos a missão de luta pelo triunfo do meu Imaculado Coração e tudo pela fé. Se vocês ainda não alcançaram tudo aquilo que desejam é porque a fé de vocês ainda é frágil e fraca. A nossa fé tem que ser forte!
O que pode vencer o demônio chama-se fé. Se tivermos fé, oramos e se orarmos, nós venceremos!
Desejo que vocês permaneçam sobre a bênção do Pai, do Filho e do Espírito Santo!
A quem me ofertou estas flores belíssimas, eu ofereço a Jesus, para que o seu “sim” seja de coração.
Parabenizo aos aniversariantes! Você aniversariante, que está aqui hoje presente, faça um momento de silêncio e consagre a sua vida a Jesus por completo!
O Céu me chama, e eis aqui a Serva do Senhor!

FONTE:



Marcadores



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

OBRIGADA PELA VISITA. VOLTE SEMPRE!

OBRIGADA PELA VISITA. VOLTE SEMPRE!