FLAGCOUNTER DE ALÔ VIDEOSFERA - LINK IN

LITURGIA DIÁRIA COM O PADRE RÓGER ARAÚJO - 2017 - ANO A - REPÓRTER CATÓLICO - VALDIVINO FILHO

LITURGIA DIÁRIA COM O PADRE RÓGER ARAÚJO - 2017   - ANO A - REPÓRTER CATÓLICO - VALDIVINO FILHO
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR A LITURGIA

sábado

Mensagem de Nossa Senhora em Piedade dos Gerais no dia 27-11-2013

Acesse o site  AQUI  para ouvir a Mensagem de N. Sra. diretamente de Piedade dos Gerais-MG, na voz de Marilda Santana.
Dia de Nossa Senhora das Graças.

OLÁ,
 OUÇA ESTA LINDA CANÇÃO ENQUANTO LÊ ESTA MENSAGEM:



                                        

VALE DA IMACULADA CONCEIÇÃO 
PIEDADE DOS GERAIS-MG


        Mensagem de 05 de Janeiro de 2013
Queridos filhos!
Que a paz esteja presente em vossos corações, e que a Luz Divina flua em vossas almas com o poder da transformação. Quando seu coração sofre, ele precisa ser restaurado, transformado e purificado. E a melhor fonte para transformação da vossa vida é acreditar, confiar e entregar-se totalmente a Deus.
Jesus disse: “Vinde a mim, todos aqueles que estão carentes e sedentos do amor.”
 A grande carência do
 mundo é de amor. Há tanta desigualdade, tanta violência, tanto sofrimento, que o homem tem sede de amor; sede de ser amado. O homem tem sede de valorizar esta fonte mais rica de todas as fontes, sabendo o quanto Deus lhe ama.

A fé tem o poder de libertar e de curar os corações. Quando você deseja alcançar de Deus uma cura, você tem que lutar por ela. Não basta apenas pedir, você tem que confiar. É uma luta interior muito grande, para que, a sua confiança seja total. Às vezes, quando você entrega sua vida e o seu coração para Jesus, muitas dúvidas surgem. Isso acontece muito na vida de vocês, porque a perseguição do mal é imensa sobre todos os filhos de Deus.
Por isso, que muitas vezes, meus filhos, vocês querem, mas não conseguem entregar totalmente a vida de vocês ao Pai. A entrega é a maior riqueza que podemos alcançar; quando se confia plenamente, porque, só Deus conhece o mundo plenamente. A vida é um mistério, ninguém sabe o dia de amanhã. Temos que viver o hoje, o presente. Nunca ficarmos tão sedentos pelo que virá. Mas, estar agradecidos pelo que esta sendo conduzido; pelo presente que foi proporcionado. A ansiedade pelo amanhã leva o homem a um sofrimento muito grande, e ele deixa de valorizar a graça de viver o presente. Por isso, a humanidade não tem dado valor nem mesmo a família.
Estamos vivenciando o Ano da Fé e da boa vontade. Os pais e os filhos precisam ter boa vontade para serem instrumentos de fé; a fé precisa ser radiante. O desequilíbrio da família está na falta de acreditar. O homem não sabe acreditar, ele tem que ter fé; e não uma atitude de um homem descrente, de um homem que não tem fé, um homem que não tem confiança em Deus. Isso, porque a sua boa vontade não é por sua bem aventurança. Jesus disse: “Vós precisais ser homens de boa vontade!”. Mas, para serem homens de boa vontade, precisam ser criaturas bem aventuradas. Porque bem aventurado é aquele que é simples, é aquele que é humilde, é aquele que é sereno; é aquele que é pequeno aos olhos humanos, mas imenso para Deus.
Muitas vezes, seus atos na vida lhe fazem pequeno. Quantas vezes, você pensa com orgulho – tão presente na terra – ‘o homem forte é aquele que faz o que quer’. Mas, aquele que faz a vontade de Deus, e que muitas vezes é criticado, perseguido; este sim é o homem forte. Não há força maior no mundo que corresponder aquilo que Deus quer de você. Você tem que ser muito forte; muito forte para viver uma vida em comunidade fraterna, para amar e aceitar as pessoas como elas são. Ninguém consegue mudar uma alma e um coração, só Deus. Por isso que você tem que acreditar na força da oração; como fizeram os santos – heróis – que tiveram a felicidade de orar, sem cessar, pela conversão daqueles que amavam. Assim como as mães santas, também, que oraram pela conversão de seus filhos, para que eles fossem salvos.
Então é preciso ter perseverança, boa vontade, acreditar e saber que Deus é a providência. Se você for pelo mundo, você vai perdendo o caminho da espiritualidade, porque tudo te leva ao caminho da ganância, da cobiça, do poder, da individualidade. E, isso traz uma insatisfação muito grande, porque o homem vai alcançando méritos, mas não tem graças no coração pelos seus méritos, não tem boa vontade.
Jesus disse: “Qual a maior felicidade do homem? É receber ou dar?”. E, completou: “Doar, doar é a maior felicidade de um homem, porque quanto mais ele se entrega, quanto mais ele se doa, mais Deus lhe provém em graças na vida”. Como, por exemplo, doar-se a fraternidade, a oração, a unidade, aos jovens. Jesus disse: “Vamos orar, e dedicar este ano aos jovens.” Os jovens, hoje, estão sem direção, sem espiritualidade e sem luz. E, o mundo está levando os jovens a perder o brilho da esperança; eles não sabem confiar piamente nAquele que é esperança: Deus. Eles confiam no mundo e esquecem a confiança em Deus. E, vemos o jovem triste, o jovem perdido, o jovem que não tem coragem, ânimo e força. Mas Jesus diz: “É deles a esperança de um mundo melhor!”. E nós temos que ter fé nas palavras de Jesus, porque Ele mostra que a catequese trazida por Ele se realiza. A catequese do Céu é o grande ensinamento do Céu.
Qual a maior felicidade para o homem? Ser catequizado! Por isso, vocês que valorizam os sinais vindos do Céu – as coisas de Deus –, que vivem da providência de Deus e que abrem os seus corações se transformam. Vocês são as criaturas mais felizes!
O que adianta o homem ter o mundo a seus pés, se lhe falta sabedoria para amar? O que vale filhos? O que vale um grande rei, se ele não tem amor pelo seu reino?
Jesus foi um pequeno Rei, por isso, foi crucificado, mas, Ele amou a todos nós. E, Ele se tornou O grande e todos nEle confiam e esperam. Mas precisam confiar, esperar, entregar ainda mais. Porque Ele é a Luz da nossa vida, a Luz da justiça. Ele é o que provê – é a Providência Divina, nosso sustento –, Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida!
Por isso, vocês têm que ter muito zelo e oração, porque este ano, é um ano muito forte. Jesus nos mostra o que mais precisamos: a transformação do mundo, a paz na Terra e o Reino de Deus no meio de nós. Porque Deus é amor! Deus é paz! Deus é perdão! Deus é alegria!
E, o homem vive atirando pedras, sofrendo, criticando e perseguindo. Muitas vezes, a felicidade do homem é tão cruel, que ele quer ver o outro derrotado para sorrir. Olha a que ponto chegou o filho de Deus na terra! Enquanto Jesus – o maior de todos os Reis – nos ensina a amar sem medidas, e a perdoar quantas vezes for preciso.
E, cadê a lição do homem de fé, do filho de Deus que persevera, que confia, que acredita e que entrega? Aquele que sabe que ao nascer de cada dia, nasce em suas mãos à esperança, a fé na construção de um mundo melhor? Este ano é um ano muito forte, porque é o povo de Deus que precisa se erguer, se levantar e dar as mãos.
Você, que está aqui, já deve ter derramado algumas lágrimas por ver o sofrimento dos jovens; por ver a tristeza na vida daqueles que você encontra pelo caminho – perdidos, sem direção, sem entusiasmos. Quando você fala de Deus, é como se eles não tivessem gosto pela Palavra, pelo ensinamento e pelo catecismo. E tudo por quê? Porque o homem está apagando o que existe de mais valioso no mundo que se chama fé, espiritualidade e a presença do Espírito Santo.
Jesus disse para vocês numa mensagem: “Quando você consagra sua vida a Deus, você é consagrado para sempre!”. Quando você recebe o batismo – ao ser batizado – e quando você recebe Jesus Eucarístico, você é iluminado pela ‘Fonte da Vida’, por Aquele que te dá a vida. O Espírito Santo é como o sol – que vem aquecer – Ele vem para transformar e iluminar. Por isso, você pode ir à fonte mais extraordinária buscar Deus – em qualquer canto da terra –, mas se você não encontrar a presença do Espírito Santo em você, nada você encontrará.
Por que você bebe água? Porque seu corpo sente sede!
Por que você procura as coisas de Deus? Porque sua alma sente sede. Você tem sede, mas tem que querer também. Para isso você tem que ter boa vontade, seguir em frente. Beber da água e mudar sua vida! Dar passos em direção à mudança. O homem nunca permaneceu tão parado nos erros como agora. Ele está simplesmente preferindo a estrada larga do prazer, e viver sem consciência. Ele perdeu a felicidade, e não se vê como imagem e semelhança de Deus. Ele não vê o que está diante dele: a caminhada, a passagem e a realidade. Ele vive como se estivesse num mundo de fantasias. Por isso, ele se perde nessa grande jornada e se torna perdido; ele se desmorona, e vai se destruindo.
O jovem está se destruindo! A criança está acompanhando esta destruição. A família já está desmoronada, e a humanidade começa a ver os reflexos desta escuridão, que é o pecado.
Por isso, Jesus veio nos pedir: “Vamos, vamos lutar pelo jovem, vamos acreditar, vamos ter fé!”. Quando tudo parece tão complicado e tão impossível, Ele vem até nós e diz: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida!”. Isso nos faz ter a graça da fé, a certeza da presença dEle em nós – pela Eucaristia – e nos realiza como missionário de Deus.
É tão bonito quando você vai à luta. Você luta e você vence! Você sabe que Deus está com você, você não está sozinho. A sua missão, tem a unção de Deus. Você é revestido pelo Espírito Santo de Deus. E, é assim que você vence o demônio, é assim que você vence as armadilhas do demônio que vem pelos olhos, vem nas mãos, vem pelos seus pés, vem nos maus pensamentos, vem nos seus ouvidos e nas suas palavras. E Deus vem trazendo para você, toda a riqueza espiritual.
Então o jovem, a criança, o pai e a mãe, podem ser fortes; podem, devem e precisam ser fortes. O Céu está conosco, para que caminhemos adiante. Tenhamos o coração puro, tenhamos boa vontade; é por Deus, é pela transformação. Precisamos de um mundo longe da tempestade de sofrimento, de lágrimas, de sangue, de dor, de violência, de medo e de terror que vive a humanidade na terra. Precisamos de bênçãos, chuvas de bênçãos sobre nós; para trazer a esperança e a vontade de ir à luta e vencer. Deus é nossa vitória!
A boa vontade nos faz vitoriosos. Quando você deseja, você luta e vence. Quando você quer, você faz; e, a vitória acontece em sua vida. Então, é isso que Jesus quer para o mundo, para o Brasil, para as famílias, para a humanidade, para a Igreja: vitória. Jesus quer que estejamos dispostos a lutar pelo Triunfo do Coração da Mãe – que é a paz de Deus reinando nos corações dos filhos que ama. A transformação dos corações trará a paz; a paz e o amor!
Com grande alegria, eu quero abençoar vocês!
Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”
Queridos filhos!
Eu abençoei carinhosamente a todos vocês, as famílias e os jovens.
Hoje, Jesus nos mostra o quanto que a nossa luta é grandiosa. A proteção, a misericórdia e a unidade serão o fortalecimento de vocês durante todo esse ano. Que vocês tenham força e boa vontade, porque a nossa missão é grande demais filhos! É linda! Mas também séria e forte. E, sem amor não teremos condições de vencer.
A nossa missão é vivenciar o amor, porque o amor fortalece a nossa fé. E a nossa fé, traz mais coragem, confiança e boa vontade. Se espalharmos a justiça, colheremos a transformação. Enquanto o homem estiver envenenado pela ira do mal, ele não terá condições de colher a paz e a esperança na Terra.
Por isso precisamos que Jesus venha sempre derramar sobre nós, seus Raios de Misericórdia e tirar deste mundo – do coração dos homens – todo sofrimento, todas as mágoas, todos os ressentimentos e trazer a suavidade da paz, do amor e do perdão.
Essa bênção de hoje, também foi para minha filha Sônia, que Deus conceda a ela, muita força, fé e coragem. Que sua vida seja sempre guiada pela Santíssima Trindade.
Abençoei, também, os filhos que aqui estão presentes, e que vão sair daqui cheios de boa vontade, de vontade de lutar e de construir a paz em seus corações e em suas almas.
Que todos permaneçam na bênção do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Abençoei os jovens, os aniversariantes, os filhos que hoje estão felizes por vivenciarem um tempo de paz, de esperança e de amor.
O Céu me chama, e eis aqui a Serva de Deus; a Mãe de Deus
*******************************************************
Mensagem de 01 de Janeiro de 2013
Queridos filhos!
A paz esteja no meio de nós! A presença viva do Pai, que é a paz; do Filho, que é a paz; do Espírito Santo que é a paz.
Estamos iniciando, hoje, um tempo muito especial. Cada coração aqui presente teve a felicidade de viver um ano muito especial – que foi o ano da Misericórdia e da Unidade – nenhum coração pode deixar de abraçar a Santíssima Trindade neste dia. Tanta coisa linda que Deus plantou no nosso caminho, que fluiu em todos os nossos sentimentos, especialmente o mais nobre de todos: o amor.
E hoje, todos vocês filhos, aqui reunidos, diante de uma simplicidade tão linda, de um amor tão misericordioso que ninguém pode deixar de agradecer.
Jesus fez e faz maravilhas na vida de quem Ele ama. 
É tão bonito quando você olha e sente que Jesus te ama. E te ama muito, especialmente quando você não tem mais direção, não sabe mais caminhar, se encontra perdido, sem coragem, sem fé, sem amor; e Ele te carrega. Foi isso que vi Jesus fazer com vocês durante todos esses anos da minha missão na Terra: Jesus carregando cada um, lhes dando a Palavra, o Alimento, consciência, serenidade, obediência; fluindo esse amor que faz com que você tenha coragem e acredite no impossível.
Muitas vezes, você olha para essa Terra e vê tanta destruição que você não tem esperança. Mas, Jesus é a esperança. E foi a esperança que foi derramada durante toda a vivência da Misericórdia e da Unidade.
O mais bonito é saber que o ano passa, mas a Misericórdia e a Unidade permanecem.
É bonito sentir a fraternidade. Se vocês olharem para a importância da obra que Deus fez e realiza na vida de vocês, o plano de Deus em vossos corações é maravilhoso! Você faz parte de uma obra viva, na qual Deus precisa de você. Deus fez você um instrumento dessa obra. Por isso a obra tem vida, ela tem alegria, ela flui alegria. Eu tenho certeza, como Mãe, que mesmo na batalha pesada, na jornada difícil, no caminho estreito vocês vencerão sempre.
Hoje, chegamos a um ponto de nossa missão amadurecidos. Aprendemos que a missão na Terra tem momentos difíceis, momentos de dor, mas também momentos de muitas alegrias.
É por isso que fico tão feliz, mesmo com lágrimas nos meus olhos, em irradiar neste ano a presença da paz; a paz que não nos abandonará. A paz que será a fortaleza na vida de todos vocês. O equilíbrio de todos vocês. A paz que nos dará condições de vencer a batalha, por mais difícil que ela seja. E o amor de Deus não nos faltará. Nós vivenciaremos a plenitude desse amor.
Seria tão bonito meus filhos, se o mundo amasse de coração, se o mundo escutasse de coração, se o homem tivesse alegria de saborear de coração a presença do amor de Deus em sua vida.
Eu tenho certeza que Jesus tem trabalhado nos corações, esclarecendo aos nossos corações para que sejamos capazes de restaurar em nós toda a plenitude da fé.
Teremos neste ano, uma busca imensa pela fé, até mesmo pelas dificuldades. O nosso esteio de fortaleza, o alicerce da nossa vida, será a fé. Jesus nos catequizou e nos catequiza!
Acreditar é confiar, é se doar, é ter no coração sempre a riqueza do saber. E quem sabe? O homem de fé, o homem que confia, que não houve só os murmúrios, mas que escuta o silêncio.
Uma linda experiência na nossa vida é o silêncio. No barulho ninguém escuta, mas no silêncio nós conseguimos ouvir uma voz doce, suave, leve, mansa, que é a voz de Deus. Aquela que vem levemente, soprando e nos trazendo a graça do conhecer, do saber, do construir e do renovar.
O que Deus quer de nós? O que Deus quer de você, filho?
Deus quer o seu amor! Sim, Deus quer o seu amor! Deus quer que você, sabiamente, coloque sua vida inteira nas mãos Dele. Por isso, Deus, quer o seu sim. Mas, um sim de boa vontade. O homem não pode deixar de ter boa vontade.
A Palavra nos catequiza: “Bem aventurados os homens de fé, os homens de boa vontade!”, porque eles estarão mais próximos da Luz, lutarão pela Luz e a Luz edificará suas vidas.
Por fim, filhos, nós temos que lutar pela riqueza do Triunfo do meu Coração Imaculado de Mãe. E onde está a força maior para lutar por essa graça?
Vocês vieram com tanta alegria e amor, fazendo a caminhada, que a cada ano se torna mais rica, mais valiosa; a cada ano você cresce um pouquinho mais.
O que é uma peregrinação?
É saber que Deus está à sua frente, que Ele é o seu caminho, que você se doa completamente para caminhar sobre esse caminho.
Tenho certeza que muitos de vocês – caminhantes – sentiram o peso, o calor na jornada que estava à sua frente, na dificuldade que você encontrou. Mas, eu tenho confiança plena que muitas vezes, você sentiu a suavidade de Jesus que estava à sua frente e que te fazia dar um passo, e logo em seguida outro passo. E de repente, você se sentia forte na caminhada, porque Ele estava com você.
De onde sai toda essa força? Da fé que você colocou, porque ser caminhante não é apenas seguir o caminho. É saber que esse caminho nos leva a um grande objetivo: crescer. Olhar para a natureza, olhar para a estrada à frente, para o sol, para a noite e ver que Deus é Pai. Que Ele fez tudo porque Ele ama você. E tudo o que Ele fez foi pedir que você respeitasse e zelasse por aquilo que Ele criou.
Por isso, a caminhada de vocês é tão importante. Jesus faz vocês enxergarem aquilo que muitas vezes, vocês não sabem ver com seus olhos e abraçar com todo o seu amor, que é o perfume da bondade de um Pai que te fez filho.
Fico feliz pelo amor que vocês colocam nessa peregrinação, pelo testemunho de fé e pelo desejo de sempre seguir adiante. O filho fiel é aquele que caminha sempre adiante, não olha para trás, segue sempre em frente e vence.
Eu tenho certeza de que tudo que vocês devem fazer hoje é agradecer a Jesus pelo seu sim, por vocês estarem aqui, especialmente, vocês que vieram que tiveram esse lindo chamado de Deus em suas almas, em seus corações de viver uma realidade tão nobre e tão digna, tão grandiosa.
Por isso, faça neste momento seu agradecimento a Deus pela família que todos vocês se tornaram, pela unidade, pela comunhão fraterna e por Deus trazer vocês e derramar sobre vocês tantas bênçãos. Vamos agradecer a Deus por todos os corações aqui presentes, por todas as flores que são ofertadas ao meu Coração, por todos os filhos que vieram orar por este ano novo, pela paz neste ano novo. Muitos – tão perto de vocês – precisam de paz; muitas vezes a guerra está dentro da sua casa, da sua comunidade.
Jesus, hoje, nos fez iniciar o dia dizendo: “A paz esteja no meio de nós!”.
Que a paz de Deus esteja nas famílias! Nos corações de todos os jovens; nos corações das nossas crianças. Que a paz esteja no coração de todos os instrumentos guiados por Deus.
Você que entregou e entrega todos os dias sua vida a Ele. Você que sabe que a sua inteligência é uma graça que Ele lhe concedeu, faça o bem! Procure neste novo ano ser um homem novo. Faça aquilo que você ainda não compreendeu e não conseguiu fazer. Perdoe! Perdoe aquela alma que você ama, e que você precisa perdoar. Perdoe sua família. Perdoe aqueles que te abandonaram que te desprezaram. Perdoe aqueles que te maltrataram. Às vezes é tão difícil pensar em perdoar, mas é tão bom perdoar. É uma suavidade tão linda que você encontra; uma paz tão grandiosa que você recebe. Neste novo ano ame mais a sua família. Ore mais. “Orai e vigiai!”.
A oração também é importante, meus filhos! Tudo na vida é algo que necessitamos: o trabalho, o alimento, o sol, as estrelas, a chuva, a terra, o fruto. Por isso, necessitamos amar. Amar e abraçar aqueles que mais necessitam; aqueles que muitas vezes, nos pedem esse amor, filhos.
Pais e mães amem mais seus filhos, valorizem mais seus filhos. Peça a Jesus que cure sua família, que lhes defenda de todos os males, tanto do corpo como da alma. Neste novo ano seja mais humilde, tenha mais humildade, vença o orgulho, vença o egoísmo, vença a vaidade e tenha humildade. Saiba que tudo que você precisa Deus vai lhe conceder desde que você confie inteiramente. Será um ano de paz, mas também de luta. Será uma fonte de graça, mas também de sede. Por isso, não esqueça que a força que você tem é confiar e entregar plenamente a Deus sua vida.
Neste momento eu vou abençoar vocês e em especial todos os filhos que aqui vieram, a todos os corações que aqui estão reunidos e pedir a Jesus, que é a Misericórdia, ao Pai e ao Espírito Santo, junto com Ele, que é a Trindade, que derrame sobre nós bênçãos de paz e de amor.
Com sabedoria eu, Maria Mãe, irei lhes abençoar.
Neste momento Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”
Queridos filhos!
Eu abençoei carinhosamente todos os corações.
A vivência que buscaremos neste novo ano, é a graça de um coração que seja de Deus, que viva em paz, que seja paciente, que seja prudente e que saibam ouvir; principalmente ouvir.
Jesus nos fala claramente que este ano será dedicado a Fé e a Boa Vontade, mas, a essência da dedicação deste ano é os jovens. A essência maior é este exército de filhos, que necessitam lutar pelo Triunfo do meu Imaculado Coração.
            O Brasil tem uma missão muito especial com a juventude, e Jesus disse: “Vinde a mim as crianças, porque delas é o Reino de Deus!” E hoje, eu vos falo: “Vinde os jovens, porque eles são os instrumentos de luta, pelo Triunfo do Meu Imaculado Coração!”.
Quando a juventude se despertar a luta pelo Triunfo, este Triunfo acontece filhos! Porque eles são como raios de sol, eles são fortes, eles podem fazer a grande graça acontecer no meio de nós; que é a vitória do Céu, é a vitória de Deus.
Então, este ano, Jesus dedica aos jovens, pela fé e boa vontade destes instrumentos missionários. A qual consiste também todo o povo de Deus.
A oração que vocês vão orar durante neste ano, eu vos ensinarei neste momento. É a oração da graça, da grande missão dos jovens. Jesus deixou – durante todo o ano da misericórdia – claríssimo que nós precisamos dos jovens que nós precisamos de fé; porque é como acender a fé. A missão de todos nós é lutar pela fé e ter boa vontade, porque sem boa vontade o homem não vivenciará a grande transformação. Ele precisa querer, ele precisa ter vontade!
Jesus nos pede primeiramente, que façamos uma reflexão; aonde você vai colocar toda sua vida nas mãos de Deus, principalmente vocês jovens. Há uma juventude tão linda aqui neste momento e Deus está fazendo com que estes corações se tornem ainda mais sábios, ainda mais santos.
Com grande amor, todos vocês irão suplicar a Jesus, dizendo assim:
“Senhor,
Seja fonte de Luz para que os jovens lutem pela fé, tenham boa vontade e se despertam para a grande riqueza que existe em seus corações: amor e paz!
Santíssima Trindade infinita de misericórdia, abençoai os jovens do mundo inteiro e transformai estes  corações! Amém.”
Então, que todos os jovens sejam iluminados neste ano! E que sejam iluminados para serem trabalhadores do Triunfo do Coração Imaculado de Maria. Tenho certeza que Deus precisa de vocês jovens. Por isto, estejam felizes, por serem instrumentos de Deus para lutar por uma obra tão grandiosa.
É um ano muito bonito filhos. É um ano de muita força, de muita coragem, é um ano de muitas benções. O jovem é de Jesus. Quando ele é de Jesus, ele faz com que as crianças e as famílias sejam também. Porque a criança sempre se espelha no jovem e, o pai e a mãe sempre desejam ter um filho feliz.
Por isto que Jesus, nos faz vivenciar, e vai nos fazer vivenciar um ano de muitas bênçãos. Eu, Maria, estarei com vocês jovens, nesta linda missão do Triunfo do Imaculado Coração de Maria.
A todos vocês muita paz!
Permaneçam na unidade, na bênção da Santíssima Trindade – Pai, Filho e Espírito Santo – e no meu Coração de Mãe.
Que este novo ano, seja um ano de paz a todos os vossos corações!
As flores mais lindas do meu jardim são os filhos que Deus enviou ao Coração da Mãe e ao Coração de Jesus; por isto, eu vos dou meu Coração.
O Céu ama a todos nós.
O Céu me chama, e eis a Serva de Deus.
              *****************************************

Mensagem de 03/Janeiro/2012
Queridos filhos!
Com grande sabedoria, fé e amor, hoje iniciamos um tempo de misericórdia, um tempo de unidade. E o próprio tempo nos ensina a viver a misericórdia e a unidade. Hoje vamos pedir a Deus por todo o Brasil, pelo mundo e por todos aqueles que estão diante das batalhas espirituais, diante do sofrimento material, diante das dificuldades causadas pelo sofrimento temporal. E vamos pedir sempre ao Pai que nos envie força para vencermos.
Nossa vida é uma luta constante, a cada momento e a cada instante. Mas nós necessitamos nos colocar a serviço da obra Divina, a serviço das coisas de Deus; sempre de coração aberto, com o desejo e propósito transformador. É isso que Deus pede a comunidade, pede a todos os corações que tem sede de vida, de santidade e de transformação. E para que esta transformação aconteça em nós é preciso a nossa boa vontade. O Céu já traz O alimento, nos ensina a ser fortes, a ser capazes e a ser vitoriosos.
Mas e a nossa boa vontade?

Você pode estar diante de um banquete muito grande, mas se você não tiver boa vontade para se alimentar nada adianta aquele banquete.
Assim é o Céu na vida da comunidade, dos romeiros e dos peregrinos. Se você
não tiver boa vontade não adianta você ter esse banquete. Você tem que ter vontade de se alimentar deste banquete divino. Na verdade o seu coração precisa se fortalecer na fé, na humildade, na caridade, no amor uns para com os outros. E diante deste amor você precisa ser aquilo que Deus quer; e o que Deus quer é que você seja humilde, mas também trabalhador. Que você trabalhe em construção de um mundo melhor, que você faça a sua parte. E na vivência da unidade este grande conteúdo de dar as mãos, é de uns ajudar aos outros. Não podemos deixar que a jornada, a caminhada, esteja pesada na vida só de alguns, porque somos uma comunidade.
Por que Deus construiu a comunidade?
Para ser um pilar de força para o mundo e principalmente para a vida de unidade de vocês. Nós podemos aliviar o peso da batalha se tivermos unidade, se cumprirmos verdadeiramente o plano de Deus. E o plano de Deus em nós é a solidariedade. Temos que ser mais solidários, mais irmãos, mais unidos e precisamos ter mais comunhão com Jesus e com o próximo.
O Céu tem nos ensinado que a nossa batalha é muito forte, ela é muito grande. Nós não estamos aqui por acaso. A missão que o Céu nos confiou é uma missão muito linda e nesta missão o Céu nos coloca diante do ato de amar, servir e compreender. Porque não podemos servir sem compreensão. Se você não aceitar o seu irmão, se você não amar o seu irmão, você não será um bom servo. Você tem que saber servir com amor. Por isso ser servo de Deus é amar a obra de Deus.
E o sofrimento, filhos, deixa as pessoas muito ansiosas. Este ano desperta no homem muito medo, porque infelizmente as pessoas não se preparam diante das Palavras de Jesus, elas estão sobre os ruídos e murmúrios do mundo. Então esta falta de força, de fé, de preparação é resultado de um homem que não ora.
Quem iniciou o seu ano em oração? Poucos. Mas todas as pessoas estão com medo, porque estão cada dia mais sem preparação.
E Jesus nos falou uma coisa muito bonita no nascer do ano: “Que nós não precisamos jamais preocupar, porque o sofrimento já é visível; principalmente o sofrimento temporal, o sofrimento material e espiritual. Mas devemos estar fortes e capazes de vencer estes sofrimentos”.
Isso significa que a gente não precisa esperar coisas fáceis, mas temos que estar em oração para vencer a batalha, porque ela é difícil. Principalmente na vida da comunidade: a cada dia que passa vemos situações que nos faz ajudar uns aos outros, mas também temos que ter muita prudência. Como Jesus também nos falou na mensagem do Dia do Senhor: “Prudência! Sejais prudentes!” A misericórdia nos ensina a ter prudência.
E hoje, justamente nesta hora do dia que é tão abençoada – em que lembramos a ‘Anunciação do Anjo’ – eu estou aqui com o Anjo do Céu, como a Mensageira do Céu. Só que é a Mãe, eu não sou um anjo. Eu sou a Mãe; aquela que teve a honra de ser iluminada pelo Espírito Santo e conduzida pelas palavras do Anjo Gabriel.
Vocês estão tendo também a felicidade de serem iluminados pelo Espírito Santo e conduzidos pelas palavras vindas do Céu; por intermédio do meu Imaculado Coração. Você tem tudo para ser feliz, basta você querer. Se você quiser, você será feliz. Nem o sofrimento acontece sem que o homem não queira. Se o homem se deixar levar pela estrada larga dos vícios, dos caprichos, ele vai construir uma bomba para explodir em suas mãos e vai atingi-lo por inteiro. Você tem escolhas.
Eu quero que as escolhas de vocês sejam para o bem. Se vocês começarem a escolher coisas tristes quem vai sofrer serão vocês mesmos. Eu desejo que vocês façam escolhas lindas, que vocês tenham um propósito lindo, que o objetivo da vida de vocês seja construtor, que a felicidade da vida de vocês seja Jesus, que o caminho de vocês seja o Céu e que a misericórdia nunca lhes falte.
Inclusive, na misericórdia, eu coloco os meus filhos todos os momentos. Principalmente quando eu vejo o sofrimento na carne, o sofrimento temporal, quando vejo a situação das famílias desabrigadas, quando vejo pessoas chorando pelas perdas – porque tristemente o homem sofre muito pelas perdas materiais. Então eu peço a Jesus sempre misericórdia. Ele teve toda a graça de ser misericordioso, porque quando Ele estava naquela cruz, Ele não pensou noutra coisa a não ser em amar, amar e amar vocês. Eu tenho certeza que só esse amor de Jesus salva, santifica, renova, purifica e transforma o mundo.
Vamos colocar o nosso coração no amor de Jesus, vamos colocar a nossa vida, as nossas famílias, a comunidade, os romeiros aqui presentes, os filhos que tem sede de uma vida nova e que querem muito o Triunfo do meu Imaculado Coração.
Neste momento eu quero lhes abençoar...
Neste momento Nossa Senhora abençoa a todos os presentes enquanto cantam: dai-nos a bênção...
Queridos filhos!
Eu abençoei carinhosamente a todos os filhos. Abençoei carinhosamente a toda a comunidade, todos os corações aqui presentes. Abençoei os filhos que hoje estão aqui, especialmente aqueles que têm sofrimentos espirituais.
Hoje não podemos esquecer que existem muitas pessoas na comunidade que tem sérias dificuldades de vivenciar a presença do amor de Deus. Que são sempre atormentados pelo medo, pelas tristezas; e isso é o que causa o sofrimento espiritual, como as perseguições que muitas vezes nem existem, mas, o homem começa a ver essas perseguições por falta de oração e de vivência do amor de Deus. Isso acontece hoje com muitas pessoas, que é uma das doenças espirituais que mais atinge a humanidade e que leva as pessoas muitas vezes ao total desequilíbrio. Eu pedi muito a Jesus por todos aqueles que precisam se alicerçar na vida plena de graça, que é o Espírito Santo; e que a misericórdia de Deus, a unidade divina dê força a estes corações.
Essa bênção de hoje também foi para o meu filho Darci, Diva e Mateus. Que Jesus dê muita paz, muita força, muita coragem, luz e libertação.
A todos da família fraterna, a todos que estão aqui presentes eu desejo a vivência da misericórdia e da unidade.
E que todos permaneçam sobre a bênção do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
As flores mais lindas do meu jardim são vocês, por isso eu lhes dou meu coração.
O Céu me chama e nos ama; eis aqui a Serva de Deus.    

Créditos:

Webpage: Aparições de Nossa Senhora de Piedade
Porta Voz de N. Sra: Marilda Santana

MARCADORES - INDICE DOS ARQUIVOS



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

OBRIGADA PELA VISITA. VOLTE SEMPRE!

OBRIGADA PELA VISITA. VOLTE SEMPRE!