sexta-feira

Mensagem de Nossa Senhora em Piedade dos Gerais- MG - 25 de Dezembro de 2014



Queridos filhos!

Este é um momento de muita paz e de muito amor! Ao olharmos dentro do nosso coração, vamos sentir o quanto o mundo está precisando de Jesus! Principalmente as famílias, os jovens e as crianças, precisam se encontrar com o Menino Jesus!
Jesus é a graça maior! Jesus é a vitória sobre todo o sacrifício! Jesus é a graça de toda Santidade! Nós estamos precisando muito desse encontro com Jesus! Este tem sido um ano em que Jesus tem desejado que nos encontremos com Ele. Quer que abramos o nosso coração! Jesus quer que silenciemos a nossa alma e façamos um exame de consciência! Principalmente aqueles que estão aqui hoje presentes — que  que vivem aqui neste pedaço de chão, que tem me recebido durante todos esses 27 anos — precisam fazer esse exame de consciência.
Se voltarmos ao tempo em que tudo começou — principalmente algumas almas que estão aqui desde o inicio, desde o primeiro  Natal — veremos que a grande riqueza daquele momento era Jesus. Jesus era a grande festa!
O mundo tem passado por transformações tão grandes, e essas transformações tem levado as pessoas a se distanciarem cada dia mais de Jesus. Principalmente do amor de Jesus!
Hoje os corações estão agressivos, rebeldes, magoados, chateados, mas Jesus veio para curar, libertar e salvar! Não podemos olhar para o Natal, olhar para este dia, e pensar só nas festividades e nos presentes. Porque o nosso maior presente é Jesus!
O que Jesus espera de nós é a nossa conversão. Ele quer que nos convertamos a Ele! Quer que você, depois desta caminhada, possa chegar hoje, a vencer o sacrifício. Você fala sorrindo da graça, fala feliz da santidade. Mas, precisa também considerar o sacrifício. Vencer o sacrifício no silêncio! Vencer o sacrifício na humildade! Vencer o sacrifício sorrindo! Quantos dizem estar preparados, preparados para este Natal, mas não sabem nem sequer qual é o valor do Natal! Não sabem o que é o nascimento do Menino Deus.
Jesus nasceu para nos salvar! Neste momento o mundo precisa Dele.  O mundo está nas trevas. As famílias estão sem direção. Os jovens estão perdidos. O mundo está na escuridão! Por isso, Jesus precisa brilhar! Mas não só numa noite, no amanhecer do dia de Natal! Ele precisa brilhar sempre, na humildade, na simplicidade, no respeito a Deus, no temor a Deus! Ele foi humilde, Ele aceitou toda vontade do Pai em sua vida. Aceitou a manjedoura. Aceitou o calor dos animais. Ele foi simples demais e continua sendo simples!
Jesus vem hoje para resgatar essa simplicidade. Porque vai chegar um dia na Terra — e vocês não estão longe desse dia não, filhos — em que verão presentes, materialidade, mas chorarão, porque vai faltar Jesus. Vai faltar a paz, vai faltar o amor, que já esta faltando! E aí, então, vocês compreenderão porque Jesus disse: “Eu sou o caminho a verdade e a vida!”.
Precisamos voltar para esse Menino Jesus, e ver que a nossa vida, depende Dele. Também Dele depende a vida de nossas crianças, dessas crianças que o mundo está matando. Há violência no mundo até mesmo neste amanhecer do dia de luz! Quanta violência, quanta discórdia! O ser humano já chegou ao limite do desrespeito à família. Por isso, nós que estamos aqui em família, neste local abençoado, neste Santuário de respeito, precisamos orar pela família!
Jesus lhes disse: “Feliz daquele que é obediente, infeliz do desobediente!”. O Menino Jesus nos pede oração pelo mundo. O que todos os corações precisam fazer? Orar! Porque a alegria que é a espiritualidade do Natal, está sendo deixada de lado! As pessoas pensam em tudo, menos no menino Jesus, menos nas crianças, menos ainda nas crianças especiais e nos idosos que precisam de carinho, de afeto e de proteção! Não pensam nos pais idosos que precisam de respeito e de amor!
O Menino Jesus veio nos falar, veio nos ensinar, que precisamos direcionar o nosso caminho para a santidade, e que não podemos nos esconder do sacrifício! Veio nos ensinar que a cruz não deve ser motivo de questionamento, de dúvida! Mesmo que  duvide, a sua força tem de ser maior! Mesmo que você caia, a sua força tem de ser maior, para que possa se levantar! O Menino Deus pede que estejamos de pé, porque a tendência das pessoas é de se desmoronarem diante do sacrifício. Plantam tantos erros, tantas tempestades, que não há como colherem a brisa mansa. A brisa mansa é Jesus! Ele acalma o seu coração, alivia a suas feridas, cura a sua dor. Porque Ele lhe ama!  Porque Ele lhes ama, filhos!
Hoje vamos vivenciar o carinho de Jesus por nós! Este é o dia da luz! É o dia da alegria! É dia de festa no Céu e na Terra! É Jesus sendo glorificado pelos nossos corações e almas! Temos tanto que agradecer a Jesus. Se não fosse por Ele, nenhum de nós estaria aqui! Se não fosse por Ele, você não teria conhecido as pessoas mais lindas do mundo, que são aquelas que Ele trouxe para fazer parte da messe Dele. Onde há partilha, há operários, e Jesus trouxe cada um de vocês para serem operários. Cada um aqui é um operário! Cada um aqui é um servidor!
É preciso que você seja servo do Senhor. Precisa ter humildade para reconhecer a grande vitória. Humildade para reconhecer que todos vocês são vitoriosos. Nos tempos de hoje, não se encontram pessoas no mundo, que largam tudo para vir fazer o seu banquete celestial com Jesus, na Eucaristia, para estarem aqui neste encontro, no início deste dia de luz na presença Dele. Temos a graça de vivenciar esta vitória! Temos a graça de estar aqui conscientes de que Ele é a nossa vitória, e de que precisamos nos colocar aos pés Dele, do Menino Jesus. Cada um vai colocar aos pés do Menino Jesus todas as suas aflições, as sua angustias, as suas dúvidas.
O ser humano está doente espiritualmente. Nunca teve tanta cegueira. Não tem humildade no coração, não sabe ouvir, não sabe respeitar. Não sabe dizer “Senhor Obrigado!”. Tudo é para o nosso benefício. Tudo que acontece na vida de vocês é porque Jesus permite. Se Ele permite o sacrifício é para que sejamos santos. Não entra ninguém no Céu em estado de pecador, só entra no Céu em estado de santidade. O sacrifício deste ano é para santificar. Porque seremos surpreendidos com os desígnios de Deus a qualquer momento. Feliz daquele que vigia e ora! Ninguém sabe o seu dia, ninguém sabe a sua hora.
Hoje você se encontra em perfeita saúde, mas se Deus lhe quiser, Ele leva você mesmo estando em perfeita saúde! Não são apenas os doentes que são colhidos! Por isso é que Jesus nos pede que nos aproximemos Dele, que tenhamos amor pelo sacrifício, que olhemos a nossa cruz com humildade e que tenhamos respeito ao Céu. Ele pede que sejamos capazes de dizer: “Senhor qual é a Sua vontade?”. Até os dias de hoje, filhos, eu, Maria — como Mensageira de Deus, hoje vestindo o Manto azul, Mãe de Jesus e Mãe da Humanidade — digo: “Pai é da Sua vontade?”. Eu não olho para vocês e imediatamente lhes digo é esta resposta. A resposta a Deus pertence, por obediência. O desobediente vai sofrer!
Jesus foi tão sábio que nos ensinou a sermos obedientes. Essa foi a grande sabedoria que Ele deu a nós, a obediência. Porque Ele foi obediente! Ele é o caminho, e nesse caminho nós encontramos a obediência.
A todo o momento Jesus silenciava e dizia: “Pai será que chegou a minha hora?”. Quando eu Lhe fiz um grande pedido, Ele me disse: “Mãe ainda não é a minha hora!”. Mas Deus, Pai e Espírito Santo, concedeu a Jesus a graça de fazer o grande milagre. O mesmo acontece hoje em sua vida. Quantas vezes você ainda não está preparado, mas Deus, por misericórdia, lhe dá a graça de receber o milagre.
Precisamos encontrar em Jesus a força para obedecer. A força para sermos fiéis, para termos o carinho que Jesus tinha pelas almas, o amor que Ele tinha para evangelizar e o respeito.  Você diz: “Eu tenho que amar!”. Mas será que aquele que precisa ser amado, lhe respeita? Essa pessoa também precisa ser exemplo. Precisa olhar para o grande caminho que é Jesus e seguir o exemplo Dele, que foi sereno. Soube ouvir, soube silenciar. Então você também tem de saber silenciar. Às vezes é fácil julgar! É fácil perseguir! É fácil criticar! O difícil é servir a Jesus!
Jesus nos ensinou a servir. Servir a Deus, não é para qualquer servo.  É para um bom soldado! É para o soldado capaz de se utilizar de uma boa arma: o Rosário! Temos que ser servos humildes, porque o caminho de Jesus é o caminho da humildade. Ele foi humilde e muito sábio! Ele sabia escutar a necessidade do coração de cada um. Muitas vezes a pessoa está tão cheia de ego material, de ego corporal, que não escuta a sua necessidade espiritual de paz!
Hoje quando eu olhava para Jesus, Ele olhou para mim e disse: “Mãe faça com que o mundo veja a paz!” Jesus é a paz. Ele é o caminho da paz. Não chegaremos ao Reino de Deus, nem mesmo a ter uma vida santa na Terra, se não lutarmos pela paz! Essa será a nossa missão daqui para frente: sermos lutadores e instrumentos de paz!
Outra linda pegada de Jesus é o agradecimento. Seja mais agradecido a Deus.  As pessoas precisam ser mais agradecidas. Estão muito insatisfeitas, por isso estão deprimidas.  Essa insatisfação do ser humano é uma doença! A maior felicidade que existe é quando você agradece pelo presente. Qual é o nosso presente hoje? Deus! Estamos respirando aqui o ar. Esse ar é o amor de Deus por nós. Ele fez tudo tão perfeito, mesmo o ser humano tendo destruído e massacrado até as coisas mais sagradas. O ser humano pisou no sagrado. Ninguém obedece as leis, aos mandamentos! As pessoas vivem como se a vida fosse apenas a Terra, a matéria, um mar de rosas, mas se esquecem de que há também espinhos. Precisamos saber vencer e não deixar que esses espinhos desta linda passagem que é a Terra, nos impeçam de ver a grande graça que é Deus, que é Jesus, que é o Reino de Deus!
Jesus sempre nos pede essa sabedoria, essa paz, essa harmonia! O nosso coração, o nosso pensamento, a nossa alma, a nossa vida, têm que estar em Deus. Nada se perde tudo se transforma!  Eu creio em vocês, como Mãe, e os coloco — a cada um de vocês — aos pés do meu Filho Amado. Porque o mundo está perdido, filhos! Eu sei que a maior parte dos corações ainda está necessitada de Deus. Eu sei que aqui é um lugar da graça de Deus, mas também sei que a criatura ainda precisa mergulhar sob essa graça. Deve querer recebê-la, tê-la!  Tem de tomar posse da graça! Por isso, eu coloco a vida de cada um de vocês aos pés de Jesus. Que este Natal sirva de lição: lição de humildade e de simplicidade! Para que as pessoas se despertem e vejam que este Vale é muito mais do que um presente, é Jesus! Que será o hoje, o amanhã e o fim!
É esse Jesus que — quando nos fez viver aqui o primeiro momento de Natal, a primeira noite de Natal — fez com que os próprios animais tocassem o coração de vocês, para  sentirem que era o Natal (O gado no curral mugiu forte exatamente às 00h00 do dia 25 de dezembro de 1987, anunciando o primeiro Natal do Vale!). O mais bonito é que existem almas aqui que presenciaram isso! Aquele momento foi o momento em que vocês presenciaram o Céu. Não havia sinos para tocar! Não havia tantas formas de olhar no relógio e compreender que já era Natal. Mas havia animais para despertar vocês!
Naquele tempo vocês tinham tanto amor a Jesus. Vocês se sentiam tão cheios de graça! O tempo passou. Os anos passaram. São 27 anos nos quais vocês têm tido a graça de viver todo encontro de Natal com Jesus, mas às vezes estão preocupados com o relógio e se esquecem da graça, se esquecem do amor, se esquecem da oração! Preocupados às vezes com o grande presente, com o grande banquete, vocês estão se esquecendo do Menino Jesus, que é a luz da nossa vida, a luz da nossa comunidade, a providência da nossa vida, o alimento da nossa alma, a força do nosso coração! O Menino Jesus é aquele a quem devemos obediência.  A Ele, sim, todos nós devemos obediência! Porque Ele é Deus. Mesmo sendo Menino Jesus, Ele é Deus!
Cabe a nós hoje olhar para o Menino Jesus e louvá-Lo! Não podemos esquecer que já existem filhos, que já passaram por aqui, que vivenciaram tantas noites abençoadas como esta, e que hoje já estão junto do Menino Jesus no Céu.
Cada um vai pensar agora sobre a sua vida. Não é uma historia é uma missão! Não é um sonho é uma realidade! Precisamos nos despertar para esse toque de sino, que é o Menino Jesus em nossa vida, e vivenciarmos neste Vale, a Santidade! Porque é Ele quem conduz o Vale. Temos que ter tanto amor, tanta obediência, porque este é o caminho, este é o Menino Jesus! A obediência, o amor! Se Ele disse: “Eu sou o caminho!”, é porque Ele foi exemplo. Ele foi digno de nos ensinar a encontrar a verdade e a paz!
Cada um no silêncio do seu coração vai pedir ao menino Jesus essa paz. Que essa paz reine em cada cantinho deste Vale! Que ninguém se esconda! Porque aqui é o lugar do Menino Jesus! Não é lugar de mentira! Não é lugar de falsidade! Não é lugar de preguiça! Não é lugar de julgamento! É o lugar da verdade! É o lugar do Menino Jesus e dos anjos de Deus, que guardam e iluminam e protegem onde está o Menino Jesus, que é em cada um de nós!
Vamos pedir ao Menino Jesus a graça de não nos escondermos! Ele dizia tanto, desde o inicio, desde os primeiros Natais: “Não se escondam entre as paredes”! Porque você pode se esconder do próximo, mas de Deus, não! Um dia você vai estar diante Dele, filho! E esse dia pode ser até aqui na Terra.  Não pensem vocês que vai ser só no Céu, porque nós já estamos no tempo do triunfo! A qualquer momento Ele poder vir! Como vai se colocar diante de Jesus, se você agora se esconde entre as paredes! O Menino Jesus não se escondeu entre as paredes! Ele nasceu na manjedoura, na simplicidade da manjedoura. Ele não precisou se esconder. Ele nasceu para brilhar, como aquele Sol, aquele enorme Sol, que veio para transformar toda face da Terra.
Eu peço ao Menino Jesus que irradie a sua Luz neste dia de Natal. Entre a noite e o dia, entre o sol e a lua, e entre as estrelas! Que Ele irradie na vida de vocês os dons do Espírito Santo, porque é isso que lhes falta filhos.
Cada um deve parar antes de falar e se perguntar: É essa a vontade de Deus? É esse o caminho de Deus? É isso que Deus quer para a minha vida? É isso que o Menino Jesus quer para a minha vida? Se fizessem isso vocês seriam muito mais felizes, porque a felicidade não é o que o ouro compra. Não é o que o dinheiro pode lhe dar. É a paz que só Jesus pode ser no seu coração. Louvado seja Deus, filhos! Porque essa, sim, é a paz verdadeira!
Com alegria, com amor, com sabedoria, eu quero abençoar a todos os filhos!
Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”
Queridos filhos!
Eu abençoei carinhosamente a todos os filhos!
Hoje tivemos uma reflexão muito serena, mas sabia e verdadeira. Eu senti durante o tempo todo da mensagem, mesmo sendo a Mensageira, que era como se Jesus quisesse muito abrir os corações, que ainda não se abriram para Ele. Ele nos falou insistentemente: “Eu sou o caminho! Por que você vive longe da verdade? Por que você vive longe do amor? Por que você se esconde se Eu sou o caminho?”.
O Natal é um tempo muito bonito! Há doçura até mesmo na presença de um Papai Noel, que simboliza o amor do Pai e a alegria das crianças, a felicidade de todos! Mas que poderia ser muito mais doce, se cada um compreendesse que esse Papai é Jesus quem lhe deu! Ele quer tanto que o amor da família se reflita em nós. Não importa qual seja o tamanho do presente que você recebeu, o importante é o amor de cada um que lutou para que vocês o recebessem. Essas pessoas dedicaram seu tempo, seu carinho, sua atenção. O importante é o amor que todas as crianças do mundo receberam com a chegada do Menino Jesus!
É preciso saber agradecer. Não são as grandes coisas que trazem a felicidade. O que traz a felicidade é o amor!  É isso que precisamos aprender. O que mais se tem no mundo são presentes, mas o que de menos se tem no mundo é o amor dos filhos ao papai e à mamãe.Porque os pais e as mães não estão demonstrando amor, e os filhos são o reflexo dos pais! Os pais não dedicam atenção, carinho e respeito a suas crianças. O
Menino Jesus nos coloca hoje diante da graça, para que vençamos este mundo do sacrifício, da ganância, do poder, da maldade, e nos lancemos ao Coração de Deus.
Neste momento Eu lhes convido a fazerem um minuto de adoração ao Menino Jesus! Cada vai fechar seus olhinhos e abrir seu coração para o Menino Jesus, como um ato de agradecimento a Ele.
Vamos agradecer a Ele por esta linda família. Vamos agradecer a Ele pela presença de todos os filhos que foram escolhidos para estarem aqui. Vocês são especiais para Ele. Também peçam perdão a Ele, porque há momentos em que você deveria refletir a beleza do Menino Jesus, mas se perde diante de tantas migalhas, maus pensamentos, tribulações e fragilidades. Mas Ele é a graça maior. Então vamos adorar esse Menino Jesus. (Nossa Senhora silenciou por cerca de meio minuto).
Todos junto comigo vamos dizer a Jesus:
“Jesus como eu lhe amo. Você é a Luz! Você é o caminho, a verdade e a vida. Brilhe Menino Jesus, neste dia de Natal e em todos os dias, sobre as nossas vidas. Louvado seja Deus pelo milagre do grande amor de seu Filho Jesus por nós. Amém!”
Permaneçam todos em paz. Vivenciem a espiritualidade do Natal, sejam felizes, amem, perdoem, valorizem se uns aos outros! Aprendam que a família é abençoada quando existe amor. O amor cura todas as feridas, todas as magoas, todas as tristezas. Jesus é o amor. Ele é a fonte maior da nossa família, por isso nada poderá destruir esta obra de Deus.
Que todos permaneçam em paz sob a bênção do Pai e do Filho, e sob a proteção lindíssima do Espírito Santo.
Parabenizo aos aniversariantes e aos que estão completando anos de união matrimonial e aniversário de batismo. Também parabenizo a todos aqueles que foram instrumentos para fazer a alegria das crianças aqui presentes. Que Deus os abençoe imensamente!
A quem me ofertou estas flores belíssimas, lhes digo que as vou oferecer hoje ao Menino Jesus, que amo tanto.
O Céu me chama eis aqui a Serva do Senhor!






segunda-feira

Mensagem de Nossa Senhora em Piedade dos Gerais-MG, no dia 03 de Janeiro 2015




Queridos filhos!
Primeiramente desejo-lhes a paz, neste ano da paz, também  dedicado a nossas crianças!
Este é um ano em que teremos de ter muito zelo pelos nossos pensamentos e palavras, porque será um ano de fortes perseguições do demônio na vida do povo de Deus. A grande missão será a de zelar pelos lindos santuários criados pelos Céus. É preciso incluir nas orações de vocês, de forma muito especial, o Santo Padre. Este é o ano da grande graça da oração pela paz. Mas, sabemos que, se precisamos da paz, é porque está vindo uma grande tempestade de perseguições do demônio. Lembrem-se sempre disso!
Vocês entraram no ano da paz respirando a paz, e vão precisar de paz para vencerem a perseguição do demônio neste ano, que será fortíssima contra os filhos de Deus.  É um ano de muita oração, de muito zelo pelas coisas do Céu! É um ano de muito cuidado com as coisas do Céu! Porque você é responsável pelas coisas de Deus! Você é a grande riqueza de Deus.
Eu lhes alerto hoje na primeira mensagem depois da grande abertura do ano da paz: cuidado com as suas palavras, com seus pensamentos. Tivemos o ano de 2014, dedicado à graça, ao sacrifício e à santidade. Foi um ano de grande sofrimento temporal. Começamos agora o ano dos grandes sofrimentos materiais e espirituais.
É impressionante o que Jesus disse para mim: “Mãe os dois sofrimentos virão ao mesmo tempo, porque é o sofrimento material que mais desequilibra a espiritualidade do ser humano.”.
Este é um ano no qual vocês devem estar alertas! Comecem a ter mais cuidado, a ter mais zelo. Vocês não estão aqui por acaso. O tempo de vocês está escasso, principalmente no sentido de viver a misericórdia! De viver esse pouco de tempo em que Deus ainda estará alertando o mundo. Ainda temos uma segurança que é a Palavra de Deus.
A mãe vai criando o filho, vai educando o filho, mas um dia ela deixa o filho sozinho. Naquele momento em que o filho fica sozinho, ele sente muita fragilidade, por mais forte que seja.
Deus tem um plano para nós. Eu, como Mensageira, como Medianeira, recebi de Deus a missão de conduzir vocês até certo ponto. Desse ponto para frente, vocês vão ter de caminhar sozinhos. Temos de ter preparação! Este ano da paz, dedicado às crianças, nos chama a essa preparação. A situação do mundo não é uma situação boa, não é uma situação tranquila. É uma situação de muito pecado, de muito sofrimento.
O demônio está zombando da alma e do coração dos filhos de Deus. Não é uma situação fácil! Não é uma situação normal! Estamos num lugar sagrado, num lugar que já é um santuário. Cabe a cada um o compromisso de zelar por este santuário em todos os sentidos. Deus nos dá a liberdade. Você tem a sua liberdade. Este não é mais o momento de você perguntar para o Céu o que deve fazer.
Você sabe o que é certo.  Você sabe o que é errado. Sabe o que é vontade de Deus e sabe o que é vontade humana. Sabe o que é plano de Deus e sabe também o que é perseguição do demônio! Chegou o momento de vivermos o alerta! Não é mais hora de procurarmos orientação. Já temos toda a orientação! Toda a catequese que poderíamos ter, o Céu já nos proporcionou em abundância.
Se fecharmos os olhos, iremos ver que, em matéria de preparação, o Céu já nos deu um oceano de graças; nos deu um oceano de bênçãos! São muitos os ensinamentos que precisam ser colocados em prática. Chegou a hora da grande verdade! Chegou o grande momento! O sofrimento realmente abalou e abala o mundo.
Precisamos nos colocar mais na presença de Deus e nos preocupar mais com a alma. A tendência das pessoas é preocupar-se com a matéria, sempre! A primeira manifestação da vida humana ocorre na matéria. Mas a matéria não está em primeiro plano. Deus primeiro fez a matéria, mas Ele deu vida à matéria! Então a vida ficou maior do que a matéria! Temos que colocar nossa vida em primeiro plano.
Este é o ano da paz, dedicado às nossas crianças.  É um ano de muitas responsabilidades. O povo de Deus, os filhos de Deus na Terra, estão precisando de muita oração, de muita unção.
Jesus caminhou com os apóstolos até certo ponto. Chegou, então, um ponto em que eles achavam que estavam preparados. Foi nessa hora que eles viram que não estavam preparados. Foi nessa hora que eles negaram Jesus! Eles entregaram Jesus! E foi nessa hora que eles viram que não estavam preparados, mesmo tendo caminhado com Jesus todos os anos de ensinamento, de catequese.
Chega um momento em que você acha que está muito preparado, mas é a hora em que você está menos preparado! Porque é a hora dos ataques maiores, é a hora em que o demônio tenta mais! Então você tem de ter muita sabedoria, tem de ter a paz de Deus.
O que é Deus? Pai, Filho e Espírito Santo.
O que é o ano da paz? É o ano de Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo. Este é o ano em que precisamos ter muita responsabilidade. É tão bonito vivermos esta brisa mansa, e pensarmos assim: é a paz! Mas para alcançarmos essa paz, vamos passar por coisas horríveis! Então, temos de ter muito zelo, muita confiança em Deus. A partir do momento em que você confia em Deus, tudo dá certo! A partir do momento em que você confia mais em você, tudo perde a essência. A grande confiança de cada um é Deus. Depois que confiamos Nele, adquirimos confiança em nós! Temos de ter sabedoria e discernimento. Estamos apenas dando inicio a uma grande batalha pela paz, a uma grande luta pelas nossas crianças.
Por que Jesus dedicou este ano às crianças? Nós sabemos o motivo!
O que pode acontecer se o mundo não respeitar as crianças? Pode acontecer o pior com toda a humanidade.
Jesus disse: “Ai daquele que não respeitar um menor, uma criança!”. Ela merece, sim, ela merece todo nosso respeito!
Este ano dedicado às crianças tem tudo para ser um ano de vitórias para quem deseja a paz. Mas a pessoa tem de ter paz no coração, tem de ter o desejo de paz. Deus nos deu liberdade de escolha! Cada um vai seguir da forma que desejar! Deus não vai obrigar a ninguém! Ele lhe deu liberdade!
Por isso é que este é o ano da paz, o ano de Deus — Pai, Filho e Espírito Santo — que nos dá liberdade em nossos atitudes, em nossas ações, em nossas palavras, em nossas escolhas. Deus é liberdade! Não pensemos que Ele vai nos sufocar, mas temos de estar dispostos a nos dedicarmos à realização do plano de Deus.
O que é o plano de Deus em nossa vida?
Será que em algum momento de sua vida Deus lhe permitiu ver isso?
Se pudéssemos ver o tamanho da nossa responsabilidade, talvez não aguentássemos o peso da cruz! Deus é tão bom que não nos deixa ver o tamanho da responsabilidade, principalmente para muitos corações.
Os missionários, os que me veem, o Santo Padre e os sacerdotes são os alvos que mais precisam ser fortes! Os mais perseguidos serão aqueles que profetizam a realidade, a verdade, as coisas do Céu. Eles têm de se manter firmes!
Mas a maior parte da humanidade está entregue aos deslizes do demônio. Não tem preparação, não consegue absorver a graça com precisaria ser absorvida.  Grande parte da humanidade  está imersa em uma vida de erros, em uma vida de pecados! Quando a pessoa está na vida do erro e do pecado, não consegue medir as consequências do que está fazendo. A pessoa fica cega.
Neste ano da paz veremos muita cegueira. Já no início do ano da graça começamos a ver muitas pessoas sofrendo tentações e perseguições do demônio que as levaram à cegueira espiritual. E neste ano de 2015, essa cegueira tende a aumentar.
Você tem de prestar mais atenção à Palavra de Deus, porque é ela que nos direciona. Deus nunca nos deixa sem direção! Não precisamos estar preocupados com cair em erros. Só erraremos se quisermos errar. Se quisermos seguir a Palavra de Deus, os ensinamentos do Céu, nós não precisamos ter medo de errar. Vamos acertar porque o Céu nos conduz na direção daquilo que é certo e nos leva ao encontro da verdade.
Por ser este um ano dedicado à paz, isso indica que vai ser um ano difícil. Não pense que este será um ano de paz! Pelo contrário, paz é o que vamos precisar para vencer este ano difícil! O mesmo aconteceu o ano passado, no qual foi preciso da graça para que pudéssemos vencer o sacrifício. Jesus não dedicou este ano ao sacrifício, porque Ele já havia dedicado o ano passado ao sacrifício (à graça e à santidade). Ele dedicou este ano à paz, por ser um ano que tende a apresentar sofrimentos ainda maiores do que os do ano passado. É por isso que Ele está pedindo paz.
Quando chegava a hora de Jesus morrer na cruz, aconteceu algo lindo. Ele se retirou e pediu paz ao Pai. Ele está fazendo algo semelhante conosco. Acho bonito o que Jesus está fazendo conosco. Ele deixa claríssimo que estamos tendo a visão da paz porque o sofrimento vai ser grande! Precisamos ter noção de que vamos precisar de paz! Grande é o sofrimento nas famílias, na vida dos jovens, no Brasil e no mundo! O sofrimento será imenso. Ele pediu essa paz para que nos tranquilizemos, pois podemos contar com Deus.
O que foi que Jesus nos disse? “Se temos Deus, até a sombra de uma árvore é suficiente para nos abrigar”. Isso, se você  tiver Deus. Quando temos Deus,  superamos os obstáculos! Mas, a pessoa que se perder de Deus não vai suportar. Vai ser derrotada. Vai se fragilizar, se enfraquecer.
Ao dedicar o ano à paz, Jesus o dedicou também à Santíssima Trindade, porque paz é a Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. Fez isso porque vamos precisar demais de unção, de preparação, de caminharmos mais sabiamente, de pensarmos com mais sabedoria. Vamos precisar de pedir ao Espírito Santo zelo pelos nossos pensamentos, cuidado com as nossas palavras, com os nossas atitudes, com as nossas ações. A mão que constrói pode também destruir!
Temos de ter zelo, pois, o mesmo “sim” que você deu a favor de Deus, se não tiver cuidado, pode dar contra! Foi o que aconteceu com Jesus naquele momento em que Ele estava prestes a morrer.
Jesus deixou a Misericórdia para nós. E mesmo na mão daqueles (apóstolos) que vacilaram, Ele colocou a graça do perdão, eles se edificaram e foram os instrumentos que construíram a grande rocha da nossa fé que é a Igreja de Jesus Cristo.
Temos a graça de saber que Deus reconhece a nossa fraqueza, mas Ele quer que superemos essa fraqueza, que vençamos essa fraqueza. Se cair uma vez, você levanta. Se cair duas vezes, vai levantar com mais dificuldade. Mas se estiver sempre caindo, você vai ficar mais caído do que levantado! Temos de ter muito zelo. Quando você se levantar, se levante e não deixe que as migalhas do demônio lhe derrubem novamente.
Temos uma missão muito séria neste ano, filhos! Precisamos ser vitoriosos. Eu estou com vocês, como Mãe, não só como Mensageira, mas como Mãe, para ajudá-los a carregar esse grande fardo de batalhas. Mas, com as graças e bênçãos de Deus sobre nós, chegaremos à vitória.
Com grande alegria eu quero abençoar a todos os filhos!
Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu abençoei carinhosamente a todos os filhos!

Que Jesus abençoe a todos os aniversariantes deste mês, que abençoe também aos jovens, aos adolescentes. Que Ele lhes transmita muita paz!

Tivemos hoje um grande alimento, que é a Palavra de Deus. Tivemos um grande ensinamento, depois da abertura do ano da paz, nessa mensagem de hoje! Fica para nós a lição de que precisamos orar com mais sabedoria. Precisamos ter muito zelo pelas coisas do Céu, por nós mesmos!

Quando eu falo do zelo pelas coisas do Céu, não me refiro à natureza, à Terra, mas ao que existe de mais sagrado para Deus: os seus filhos! Somos responsáveis, quando construímos e quando destruirmos, quando fazemos o bem ou quando fazemos o mal.

A chave da salvação está em nossas mãos. Jesus a entregou a cada um de nós quando Ele morreu. Ele nos deu essa chave e nos disse: “Olha! Esta chave abre o reino de Deus para você!”.
Que este ano da paz, dedicado às nossas crianças, seja um ano de mais luz, de uma conduta com mais sabedoria e menos tropeços. A estrada é longa, o caminho é estreito, mas se nos segurarmos nas mãos de Jesus, do Pai e do Espírito Santo, nada poderá nos afastar da caminhada digna do Pai, em construção do triunfo de meu Imaculado Coração - que será o reinado da paz sobre a Terra. Lembrem-se sempre, principalmente agora, que vocês fazem parte dessa caminhada com Maria e com Jesus.
A quem me ofertou estas flores mais belas e lindas, lhes quero ofertar o meu Coração de Mãe.

Os pedidos de todos vocês já estão entregues nas mãos de Jesus.

O Céu me chama. Eis aqui a Serva do Senhor!

Mensagem do dia 02 de janeiro de 2015 à vidente Mirjana Soldo - Em Medjugorje




Queridos filhos, 

Eu estou aqui entre vocês como uma Mãe que deseja que vocês cheguem a conhecer a Verdade. Quando EU vivia na terra, Eu tinha o conhecimento da Verdade, e apenas por isso, um pedaço do Paraíso na terra. Por isso, meus filhos, EU desejo o mesmo para vocês. O PAI Celestial deseja corações puros, cheios do conhecimento da Verdade. ELE deseja que vocês amem a todos que vocês encontram, porque EU também amo MEU FILHO em todos vocês. Este é o princípio do conhecimento da Verdade. A vocês são oferecidas falsas verdades. Vocês se sobrepõem a isto com um coração purificado pelo jejum, oração, penitência e pelo Evangelho. Esta é a única Verdade, e é a Verdade que MEU FILHO deixou para vocês. Vocês não precisam refletir muito. O que EU peço a vocês, com EU também tenho feito, é amar e se doar. Meus filhos, se vocês amam, o seu coração é um lar para o MEU FILHO e para Mim, e as Palavras do MEU FILHO serão um guia luminoso em a sua vida. Meus filhos, EU vou usá-los, apóstolos do amor, para ajudar a todos os meus filhos a chegar a conhecer a Verdade. Meus filhos, EU sempre tenho rezado pela Igreja do MEU FILHO, portanto, EU peço o mesmo de vocês. Rezem pelos seus pastores para que eles possam brilhar com o Amor do MEU FILHO. Obrigada.


Encontro Pessoal com a Mãe de Piedade

ESTEJA EM DIA COM AS MENSAGENS DE NOSSA SENHORA DE PIEDADE DOS GERAIS

VOCÊ PODERÁ TAMBÉM OUVIR ESTAS MENSAGENS DIRETAMENTE DO LINK ABAIXO. ACESSE AGORA:

Aparições Nossa Senhora de Piedade

MENSAGENS DO ANO 2014

PORTA VOZ: MARILDA SANTANA


Marcadores

FLAGCOUNTER DE ALÔ VIDEOSFERA - LINK IN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMUNICADO


O BLOG ESTÁ EM RECESSO POR TEMPO INDETERMINADO.
SOMENTE AS MENSAGENS DE NOSSA SENHORA CONTINUAM SENDO ATUALIZADAS.
DESEJO A TODOS MUITO SUCESSO, MUITA SAÚDE E PAZ!
FIQUEM COM DEUS!

OBRIGADA PELA VISITA. VOLTE SEMPRE!

OBRIGADA PELA VISITA. VOLTE SEMPRE!