FLAGCOUNTER DE ALÔ VIDEOSFERA - LINK IN

LITURGIA DIÁRIA COM O PADRE RÓGER ARAÚJO - 2017 - ANO A - REPÓRTER CATÓLICO - VALDIVINO FILHO

LITURGIA DIÁRIA COM O PADRE RÓGER ARAÚJO - 2017   - ANO A - REPÓRTER CATÓLICO - VALDIVINO FILHO
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR A LITURGIA

sexta-feira

Receita de Geléia de Limão Tahiti

Olá amigos da Videosfera!


Enquanto espero a última mensagem de Nossa Senhora para postá-la, ( a de quarta feira), permitam-me compartilhar com vocês da VIDEOSFERA, minha última experiência lá do blog de receitas  - uma geléia de limão. Faço isto pensando nos visitantes "The Flash", que estão com um pouco de pressa para acessar As Receitas e Segredos da Cozinha Mineira .Hoje foi um dia ideal para fazer geléia: o tempo fresquinho, média de 21 graus, a chuva gostosa aqui em B.H., lavando até a alma, e, os limões que estavam sendo curtidos para uma das últimas compotas desta safra, no momento certo de irem para a calda! 
                            Eis a geléia em traje de gala!

O rendimento da receita é um vidro cheio
 ( vidro da imagem)

Como eram só 10 limões (tahiti), a matéria para fazer a geléia era pouquíssima, (nem um pirex de sobremesa da marinex), mesmo assim, fiquei com pena de não fazer a geléia.
Então, após colocar as cascas na calda, enquanto tomava conta para ela não entrar em efervercência, eu preparei os miolos e fiz a geléia.

INGREDIENTES

A medida é o pirex de sobremesa marinex - grande

10 miolos de limões Tahiti (mais/menos maduros), que renderam:
3/4 de pirex grande marinex - de sobremesa
Água - 2 pirex de sobremesa cheios 
1 pires de açúcar cheio (pires de xícara de chá)
10 cravos
5 pedaços médios de casca de canela

MODO DE PREPARO

Batí no liquidificador os miolos dos limões, sem a parte branca, que parece ser uma cutícula dos miolos. Esta parte é que deixa a calda "amarga". Coloquei a matéria processada no liquidificador com a  calda que já estava no fogo.
(Haviam sobrado 30ml da calda da compota das cascas de limão, então eu aproveitei esta calda para a geléia.
Acrescentei à esta calda o açúcar, 1 pirex de água, os cravos, sem as cabecinhas e a canela.
Deixei levantar fervura, mexi lentamente a calda, retirando sempre a espuma escura que surgia. Quando começou a formar bastante espuma, a partir das bordas para o meio da geléia - este foi o ponto certo para mim. DESLIGUEI O FOGO. Deixei esfriar para colocar neste vidro da imagem, já esterelizado.
Realmente, não falhou: desta vez, não precisei voltar a geléia ao fogo para raleá-la um pouco. Ficou na consistência certa de geléia.
Agora, é só fazer os pães de queijo, o cafezinho e servir para os convidados!
Oi pessoal, se eu não expliquei com clareza, ou se tiverem dúvidas, escrevam para o meu email  ramana.videosfera@hotmail.com
Espero que tenham gostado da receita! 






MARCADORES - INDICE DOS ARQUIVOS



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

OBRIGADA PELA VISITA. VOLTE SEMPRE!

OBRIGADA PELA VISITA. VOLTE SEMPRE!