FLAGCOUNTER DE ALÔ VIDEOSFERA - LINK IN

LITURGIA DIÁRIA - COMECE O DIA FELIZ - CONGREGAÇÃO IRMÃS PAULINAS

LITURGIA DIÁRIA - COMECE O DIA FELIZ -  CONGREGAÇÃO IRMÃS PAULINAS
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR A LITURGIA

31 de ago de 2015

HOMILIA DIÁRIA - 30/08/15 E 31/08/15 - PADRE ROGER - PORTAL CANÇÃO NOVA

31AGO2015
A exemplo de Jesus, não paremos na rejeição


A exemplo de Jesus, não paremos na rejeição. Não podemos parar na rejeição, na não aceitação, pelo contrário, temos que ficar cada vez mais convictos da missão para a qual fomos chamados como batizados.

“Em verdade eu vos digo que nenhum profeta é bem recebido em sua pátria” (Lucas 4, 24).

Jesus está em Sua cidade Nazaré e entra na sinagoga, quando abre o livro do profeta Isaías assume para si essa passagem: “O Espírito do Senhor está sobre mim!” (Lucas 4, 18). O Espírito de Jesus é aquele que O unge e Lhe dá a graça para que Ele faça o Reino de Deus acontecer. E Jesus toma posse dessa verdade, toma posse dessa passagem bíblica por saber que essa Palavra é para Ele.

Então, a começar pelos Seus, age com o Espírito profético que Lhe é próprio. No entanto, a primeira coisa que Jesus encontra é a resistência dos seus, ali há parentes, vizinhos, pessoas que O viram crescer. Da parte de alguns encontra resistência, de outros a total rejeição, simplesmente não querem acolher aquilo que Jesus vem lhes falar, pregar e ensinar. E o mais duro é que querem expulsá-Lo da cidade, O levam a um alto monte daquela cidade construída com a intenção de jogá-Lo do precipício. Jesus não para, larga deles e segue Seu caminho.

Sabem, meus irmãos, nós também, muitas vezes, não seremos aceitos, não seremos bem acolhidos pelos demais, não seremos sempre amados por aquilo que fazemos, ensinamos ou pregamos [a respeito de Jesus]. Contudo, não podemos parar na rejeição e na não aceitação das pessoas; pelo contrário, temos que ficar mais convictos da missão para a qual fomos chamados como batizados.

Eu vejo quão difícil é para uma pessoa que quer viver a santidade, a seriedade, quer levar a Palavra de Deus a sério, quer viver o respeito para com o próximo. Vejo o quão difícil é para quem quer viver a pureza no seu coração; muitas vezes, essa pessoa vai ser zombada, vai ser motivo de gozação, muitas vezes, dentro da própria casa e entre os amigos não será bem aceita.

Eu digo a você: aguente firme! Este é o caminho! Nosso Senhor não foi aceito, a começar pelos Seus. Não podemos ceder, não podemos perder a autenticidade, temos que continuar firmes no que nos propusemos a viver e para o qual fomos chamados a viver por Deus!

Não está muito na moda ser santo, ser humilde, ser honesto e correto, muitas vezes, somos até rechaçados porque queremos viver o que é correto. Mas não olhe para a rejeição nem para a não aceitação dos outros. Olhos fixos em Jesus!

Que aprendamos com o Senhor, onde não somos acolhidos, e sigamos adiante sem desanimar da missão que nos é proposta pelo Pai!

Deus abençoe você!



Padre Roger Araújo



Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.https://www.facebook.com/rogeraraujo.cn

FONTE:

PORTAL CANÇÃO NOVA:
https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=6155707801567176998#editor/target=post;postID=7108770908059079156

                                                  ***
   HOMILIA DIÁRIA - 30/08/15 - PADRE ROGER ARAÚJO -


Peçamos a Deus a graça de ter o coração puro. É preciso purificar a alma, os sentidos, a vontade e encher o coração com boa disposição, bondade, pureza e tantos outros elementos necessários para que nossa vida seja correta. 
“O que torna impuro o homem não é o que entra nele vindo de fora, mas o que sai do seu interior” (Marcos 7, 15).
O embate de Jesus com os fariseus é porque estes se preocupam muito com a casca, com o externo e com aquilo que é visível aos olhos humanos. Eles se incomodam porque os discípulos de Jesus, a exemplo do Mestre, comem sem lavar as mãos, fato que lhes [fariseus] causa repugnância.
Isso não significa que Jesus não tivesse higiene e não lavasse as mãos [antes das refeições], mas sim que Ele quis demonstrar algo muito mais profundo ao fazer isso. Existem muitas pessoas que lavam as mãos, tomam três banhos por dia, se arrumam e limpam de forma até frenética o corpo, passam maquiagem, fazem limpeza de pele, mas não fazem o essencial: limpar o coração. Muitas se preocupam em mostrar uma face bonita para aos outros, mas não cuidam do que têm dentro de si.
O Senhor nos diz, nesta passagem bíblica, que não é o que está fora de nós que nos torna impuros, mas aquilo que sai de nós. Isso porque é dentro do nosso coração onde guardamos e acumulamos as más intenções, as injustiças, as barbaridades, a falta de juízo, a devassidão e todas aquelas coisas impuras e maldosas que os outros nem imaginam que estejam guardados dentro de nós. Isso, sim, é algo mau!
Nós até podemos chegar diante de Deus maltrapilhos, com as roupas rasgadas, pois seremos muito bem recebidos, amados e abraçados por Ele. Contudo, nós não podemos chegar para participar do banquete eterno com o coração cheio de maldades, devassidões e impurezas. Por isso o trabalho da nossa vida, meus irmãos, a vida inteira, não é para simplesmente cuidar de ter boa pele ou boa aparência. O trabalho da nossa vida deve ser cuidar do nosso coração e ter o cuidado de não sermos excessivamente voltados para um lado da vida e nos esquecer do essencial, daquilo que sai de nosso interior.
O trabalho fundamental da nossa existência humana é cuidar do que está dentro de nós. A primeira coisa, para isso acontecer, deve ser a purificação interior: purificar a alma, os sentidos e a vontade. E purificar é justamente lapidar, tirar o que está estragado, renunciar ao que não convém, não deixar acumular dentro de nós tantas coisas velhas e tranqueiras que nos deixam cada vez mais podres por dentro.
E uma vez que vamos nos limpando, nos purificando e fazendo essa renovação interior ao longo da vida, é preciso encher o coração com coisas boas, com boa disposição, bondade, vontade reta, pureza e com tantos outros elementos necessários para termos uma vida correta.
Que Deus nos dê a graça hoje de ter um coração purificado por Sua Palavra para que vivamos uma vida autêntica no meio dos homens!
Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

FONTE:

PORTAL CANÇÃO NOVA:

29 de ago de 2015

Música Vim para Adorar-te em Português



Fonte:
https://www.youtube.com/watch?v=j4XERp65uAM

Exame de consciência - Professor Felipe Aquino - Canção Nova



   Professor Felipe Aquino

Exame de consciência




Para você fazer uma boa confissão é preciso examinar a sua consciência
É preciso avaliar a consciência com coragem, segundo a luz do Espírito Santo. E nada de esconder algo do sacerdote, pois ali ele representa o próprio Jesus.
1 – Amo Deus mais do que as coisas, as pessoas e os meus programas? Ou será que tenho adorado deuses falsos, como o prazer do sexo antes ou fora do casamento, o prazer da gula, o orgulho de aparecer, a vaidade de me exibir, de querer ser “o bom” etc.?
2 – Eu tenho, contra a lei de Deus, buscado poder, conhecimento, riquezas, soluções para meus problemas em coisas proibidas como horóscopos, mapa astral, leitura de cartas, búzios, tarôs, pirâmides, cristas, espiritismo, macumba, candomblé, magia negra, invocação dos mortos, leitura das mãos etc.? Tenho cultivado superstições? Figas, amuletos, duendes, gnomos e coisas parecidas? Ouço músicas que me influenciam e provocam alienação, violência, desejo de sexo, rebeldia e depravação?
3 – Rezo, confio em Deus, procuro a Igreja, participo da Santa Missa aos domingos? Eu me confesso? Comungo?
4 – Leio os Evangelhos, a Palavra viva de Jesus, ou será que o Senhor é um desconhecido para mim?
5 – Respeito, amo e defendo Deus, Nossa Senhora, os anjos e santos, as coisas sagradas ou será que sou um blasfemador que age como um inimigo de Jesus?
6 – Amo, honro, ajudo os meus pais ou meus irmãos, a minha família? Ou será que eu sou “um problema a mais” dentro da minha casa? Eu faço os meus pais chorarem? Eu sou um filho que só sabe exigir e exigir? Eu minto e sou fingido com eles? Vivo o mandamento: “Honrar pai e mãe”?
7 – Como vai o meu namoro? Faço da minha garota um objeto de prazer para mim, como um cigarro que eu fumo e jogo a “bita” fora? Ela é uma “pessoa” com a qual quero conviver ou é apenas uma “coisa” para me dar prazer?
8 – Vivo a vida sexual antes do casamento, fora do plano de Deus? Peco por pensamentos, palavras e atos com relação a assuntos como masturbação, revistas pornográficas, filmes, desfiles eróticos e roupas provocantes? Vivo o homossexualismo?
9 – Respeito meu corpo e minha saúde, que são dons de Deus? Ou será que eu destruo o meu corpo, que é o templo do Espírito Santo, com a prostituição, as drogas, as aventuras de alto risco, as brigas, violências, provocações etc.?
10 – Sou honesto ou será que tapeio os outros? Engano meus pais? Pego dinheiro escondido deles? Será que eu roubei algo de alguém, mesmo que seja algo sem muito valor? Já devolvi?
11 – Fiz mal para alguém? Feri alguém com palavras, pensamentos, atitudes, tapas e armas? Neguei o meu perdão a alguém? Desejei vingança? Tenho ódio de alguém?
12 – Eu falo mal dos outros? Vivo fofocando, destruindo a honra e o bom nome das pessoas? Sou caluniador e mexeriqueiro? Vivo julgando e condenando os outros? Sou compassivo, paciente e manso? Sei perdoar, como Jesus manda?
13 – Sou humilde, simples, prestativo e amigo de verdade?
14 – Vivo a caridade, sei sofrer para ajudar quem precisa de mim?
Partilho o que tenho com os irmãos ou sou egoísta?

15 – Sou desapegado das coisas materiais, do dinheiro?
16 – Sou guloso? Vivo só para comer ou como para viver?
17 – Eu bebo sem controle? Deixo que o álcool destrua minha vida e desgrace a minha família?
18 – Sou preguiçoso? Não trabalho direito? Deixo todas as minhas coisas jogadas e mal-arrumadas, estragando-se?
19 – Sinto raiva de alguém e não perdoo o mal que me fizeram? Desejo vingança contra alguém? Sou maldoso?
20 – Sou invejoso? Ciumento? Vivo desejando o mal para os outros?
Trecho do livro: Jovem, levanta-te’



Informações sobre o autor:

Professor Felipe Aquino é viuvo, pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova. Página do professor: www.cleofas.com.br Twitter: @pfelipeaquino


SEXTA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2006, 0H00

MODIFICADO: QUINTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2015, 9H42

FONTE:
http://formacao.cancaonova.com/espiritualidade/vida-de-oracao/exame-de-consciencia/




As 5 Pedrinhas para vencermos as tentações do mal - Mensagem de Nossa Senhora em Medjugorye


Em Medjugorje, Nossa Senhora disse: Para vencer o poder e a influência do mal e do pecado em suas vidas, Eu lhes dou a arma contra o seu Golias.

Aqui estão as cinco pedrinhas:

1- Receber a Sagrada Eucaristia com freqüência, se possível, diariamente;

2- Ler e meditar pequenos trechos da Bíblia Sagrada para por em prática no dia a dia. (Todas as quintas-feiras ler e meditar Mt 6, 24-34);

3- Rezar o Rosário completo, diariamente;

4- Confessar-se mensalmente;

5- Jejuar a pão e água às quartas e sextas-feiras.

Para compreender o porquê das ‘cinco pedras’ leia o capítulo 17 do primeiro livro de Samuel para conhecer a história de Davi e Golias. Para Nossa Senhora, “Golias” são os nossos inimigos espirituais que nos afastam de Deus e nos conduzem ao pecado.

ORAÇÃO PARA O DIA DE JEJUM
Pe. Slavko Barbaric

Senhor Deus, Criador do universo e meu Criador! Desejo agradecer-Te, hoje, pela maravilhosa ordem que estabeleceste o mundo. Obrigado, porque deste fertilidade à nossa Mãe-Terra, que produz todos os tipos de frutos. Obrigado, pelo alimento que se deriva dos frutos da terra. Pai, estou cheio de alegria por todas as tuas criaturas, razão pela qual eu te apresento o meu canto de agradecimento: Obrigado pela necessidade que temos do pão, todos os dias, e da água que mata a sede. Obrigado, Pai, por teres criado meu corpo tal qual ele é, podendo servir-se do alimento da terra e, desenvolvendo-se, servir a Ti. Obrigado, por todos aqueles que descobrem e desenvolvem, com seu trabalho, novas possibilidades de vida na Terra. Obrigado, pelos que, possuindo muitos bens, dividem com os outros. Obrigado, por aqueles que, embora fartos do pão de trigo, estão famintos do Pão Celeste. Obrigado, igualmente, por aqueles que, hoje, não tem o que comer, pois sei que Tu lhes enviarás o alimento, através de pessoas cheias de bondade e de amor.
Pai, hoje decidi fazer jejum. Não desprezo, com isso, as coisas que Tu criaste.
Não desejo renunciá-las, mas quero descobri-las novamente. Decidi jejuar, porque teus profetas jejuaram, porque teu Filho jejuou, jejuaram, também, teus discípulos e apóstolos. Decidi jejuar, porque jejuou tua serva, a bem-aventurada Virgem Maria. Foi Ela quem me convidou ao jejum:
“Queridos filhos: Hoje os convido para começarem a jejuar com o coração. Existem muitas pessoas que estão jejuando somente por que todos os outros estão jejuando. Tornou-se um costume que não querem parar. Peço à Paróquia para jejuar em agradecimento, porque Deus permitiu-Me permanecer, assim por tanto tempo nesta Paróquia. Queridos filhos, jejuem e rezem com o coração!. Obrigada por terem respondido ao meu chamado.” (20/09/84).
Pai, ofereço-Te este dia de jejum. Por meio dele, quero ouvir tua voz e vivê-la com mais empenho. Desejo, no decorrer deste dia, voltar-me mais para Ti, embora haja tantas coisas que me distraem ao meu redor. Ao fazer este jejum espontaneamente, peço pelos homens que passam fome e (levados por ela) provocam agitações no mundo. Ofereço este jejum, também, pela paz no mundo.
As guerras acontecem, porque estamos demasiadamente presos aos bens materiais e, por causa deles, inclinamo-nos ao morticínio. Ofereço-Te, ó Pai, este jejum por todos os homens que são escravos dos bens materiais e desprezam a existência de qualquer outro bem. Ó Pai, deixa-me ver o dom que nos dás com a prática do jejum.
Peço -Te perdão, também, pela enorme cegueira que de mim se apoderou, pois não te rendi graças pelos bens que possuo. Perdoa-me pelo mau uso dos meus bens, porque exagerei o seu valor. Quero, com o jejum de hoje, que Tu me faças capaz de apreciá-los acertadamente como também as pessoas que me cercam. Faze-me mais sensível para ouvir e acatar a tua palavra. Que este jejum me leve a crescer no amor para Contigo e para com o próximo!
Pai, hoje resolvi alimentar-me só de pão, para que possa compreender melhor o valor do Pão Celeste, que é a presença de Teu Filho na Eucaristia. Faze que cresçam em mim a fé e a confiança!
Pai, quero fazer jejum e aceitá-lo, porque, desta maneira, crescerá em mim o desejo de possuir-Te. Com alegria e agradecimento, reflito sobre as palavras de Teu Filho: “Bem-aventurados os pobres, porque deles é o Reino dos Céus”. Pai, torna-me pobre, diante de Ti ! Concede-me esta graça, para que, através do jejum, entenda eu, como tenho necessidade de Ti. Aumenta em mim o desejo de Te possuir! Que o meu coração suspire por Ti, da mesma forma que o cervo suspira pelas fontes de água e o deserto aguarda as nuvens que trazem as chuvas! Que, pelo jejum, ó Pai, cresçam a compreensão e a solidariedade, em favor dos que padecem fome e sede e não possuem bem algum. Ajuda-me a ver as coisas que possuo e de que não preciso e, assim, privando-me delas, vá em socorro de meus irmãos.
Pai, peço-Te a graça de entender que sou um peregrino nesta Terra. No momento de minha passagem para a outra vida, nada levarei, senão as boas obras que tenha praticado com amor. Que eu me lembre de que, mesmo possuindo bens, nada me pertence, pois tudo recebi para administrar bem. Pai, dá-me a graça de tornar-me mais humilde e mais aberto a cumprir Tua vontade. Para isso, livra-me do meu egoísmo e do meu orgulho!
Por meio deste jejum, livra-me dos maus hábitos, aplaca minhas paixões, faze-me crescer nas virtudes. Que na profundidade de minha alma permaneça a Tua graça e que ela me purifique e me domine totalmente!
Ajuda-me, Senhor, a parecer-me com Teu Filho em todas as provações e tentações, de modo que eu saiba repelir qualquer sedução e possa, deste modo, servir-Te, cada vez mais, buscando a tua Palavra.
Ó Maria Santíssima, Teu coração estava completamente livre. Teu compromisso era com a vontade de Deus. Obtém para mim, hoje, a graça do jejum alegre, em que meu coração possa entoar, Contigo, um cântico de ação de graças. Faze com que meu propósito de jejuar seja forte e duradouro. A fome que sentir, hoje, eu a ofereço por toda a humanidade. Ó Maria, intercede por mim! Pela tua intercessão e proteção, esteja eu livre de qualquer mal e da tentação diabólica! Ensina-me, ó Mãe, a jejuar e a rezar, para que eu fique, a cada dia, mais parecido com Teu Filho, Nosso Senhor, Jesus Cristo, no Espírito Santo!


Amém!

FONTE:

https://www.facebook.com/queridos.filhos/posts/612903748816914



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

OBRIGADA PELA VISITA. VOLTE SEMPRE!

OBRIGADA PELA VISITA. VOLTE SEMPRE!